Marcos Junior reprova 1 a 1 do Flu: "Time grande não pode se contentar"

Do UOL, em São Paulo


Um dos protagonistas do empate entre Fluminense e Grêmio, o atacante Marcos Junior fez o gol que deu números finais ao confronto, neste sábado. Ele ainda se envolveu em confusão e chegou a ser agredido no 1 a 1, resultado que não aprovou.

"No primeiro tempo a gente tinha que ter sido mais agressivo. O Levir, quando resolveu me colocar, falou para eu ser agressivo e fazer a diferença, e tive a felicidade de fazer o gol ali. Time grande não pode se contentar com o empate dentro de casa. Mas fazer o quê? Nós tentamos, tem muita coisa pela frente ainda", argumentou Marcos Junior.

Pouco após marcar o gol de empate, o atacante se envolveu em confusão com o lateral Edílson. Caído no gramado, ele levou pisão de Edílson e ficou com as costas marcadas pelas travas da chuteira do gremista. O árbitro não viu o lance, e Marcos Junior reclamou ao sair de campo.

"Eu caí e ele levantou o pé. Falou que não foi nada, ele está de sacanagem. Mas tudo que vai, volta", desabafou o jogador tricolor.

O resultado também não foi bem visto por Wellington Silva, que lamentou as chances perdidas. "Nosso time não jogou mal. Tivemos a infelicidade de tomar o gol com um a mais, mas não jogamos mal. O tanto que perdemos de gol é brincadeira. Agora é tentar ganhar, porque, se ficar só empatando, vamos cair na tabela", apontou, lembrando os três empates seguidos do Flu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos