Com Fred no centro das atenções, Atlético e Cruzeiro tentam iniciar reação

Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Fred fez apenas um treino pelo Atlético-MG e já vai ser titular no clássico

    Fred fez apenas um treino pelo Atlético-MG e já vai ser titular no clássico

Um clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro sempre é especial, não importante o que esteja em jogo. No caso deste domingo, os dois maiores rivais de Minas Gerais vão disputar três pontos para a classificação no Campeonato Brasileiro, a partir das 16h, no Estádio Independência. Além de toda a história que envolve o principal duelo mineiro, o jogo da sétima rodada conta com ingredientes especiais.

O grande destaque é a presença de Fred. Contratado pelo Atlético durante a semana, o centroavante chegou à Cidade do Galo nesse sábado. Ele treinou, escolheu a camisa 77 e já se concentrou para o confronto. Diante do clube que defendeu entre 2004 e 2005 e sempre mostrou muito respeito.

Fred não comemorava os gols que fazia no Cruzeiro. Foi assim nas seis oportunidades que marcou contra o time celeste, todas com a camisa do Fluminense. No entanto, se balançar as redes cruzeirenses neste domingo, Fred garante que vai comemorar e muito. "Se eu fizer gol eu vou vibrar muito. Sempre estreei com gols e vou fazer tudo para também fazer um gol no domingo", disse o atacante durante a despedida ao Fluminense.

Além da estreia de Fred logo contra o Cruzeiro, o clássico ganhou ainda mais importância para os dois clubes. Ambos não começaram bem o Campeonato Brasileiro. Apenas dois pontos separam a Atlético e Cruzeiro. Enquanto a equipe celeste está na zona do rebaixamento, o time alvinegro ocupa a 14ª colocação. Uma vitória apenas tem cada lado do clássico em seis jogos no Brasileirão.

Vencer e arrancar é a meta igual para atleticanos e cruzeirenses. "Por mais que a contratação do Fred seja de muito impacto, o foco é no clássico, nesse jogo que é importante para a gente somar pontos e subir na tabela", comentou o técnico Marcelo Oliveira, que volta ao clássico mineiro, mas agora no lado alvinegro.

Se Marcelo conhece bem o clássico de Minas, disputou como jogador e como treinador pelos dois lados, a partida desde domingo marca a estreia de Paulo Bento. O português, no entanto, tem tirado o peso do clássico.

"Não bate um nervosismo. A forma de preparar o time é idêntica em relação aos outros adversários. O que tivemos de diferente foi uma semana cheia mais treinos, porém não fizemos mais palestras do que fazemos em outros jogos. Reconhecemos que pode ter impacto para os atletas, mas, para se jogar, o lado estratégico é preparado como outro jogo qualquer", disse Bento, reforçando que o objetivo final é maior do que uma vitória sobre o rival local.

"Há dois clássicos no campeonato. Juntos, valem seis pontos. Nunca vi uma equipe, em nenhum campeonato, alcançar com algum objetivo só com seis pontos. Então, temos de saber qual é a melhor satisfação, ganhar título ou o clássico", completou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X CRUZEIRO

Data: 12 de junho de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel (Tiago) e Patric; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Júnior Urso; Robinho, Carlos e Fred.
Técnico: Marcelo Oliveira.

CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Bryan; Henrique, Romero e Alisson (Ariel Cabral); Arrascaeta, Riascos (Willian) e Élber.
Técnico: Paulo Bento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos