Com golaço, Santos suporta pressão do Santa Cruz e vence no Arruda

Do UOL, em São Paulo

Em visita ao Santa Cruz neste domingo, o Santos venceu fora de casa pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro. Em confronto válido pela sétima rodada, Zeca abriu placar com golaço, e Joel deu números finais ao triunfo por 2 a 0 no Estádio do Arruda.

A vitória alça o Santos à quinta colocação, com dez pontos, à frente de outras seis equipes que têm a mesma pontuação. O adversário desta quarta-feira é o Sport, na Vila Belmiro. O Santa Cruz pega o Figueirense no mesmo dia, tentando quebrar sequência de quatro rodadas sem vitória para sair dos oito pontos.

Clelio Tomaz/AGIF

Quem brilhou: Zeca

Sólido na marcação e boa alternativa ofensiva, o lateral mostrou a qualidade que lhe é característica nos fundamentos básicos. Mas, mais do que isso, foi fundamental ao marcar o primeiro gol da partida em um chute com curvas incompreensíveis. O golaço foi ainda mais expressivo por dar vantagem ao Santos em um primeiro tempo quase entediante.

Quem foi mal: Alex Bolaño

O equatoriano parece ainda não estar ambientado ao futebol brasileiro. Ele mais uma vez foi distante no jogo, aparecendo pouco e acertando ainda menos. Não à toa foi trocado no intervalo por Leandrinho, que se movimentou muito mais.

Desfalques do Santa Cruz fazem falta

O lesionado Grafite deu lugar a Bruno Moraes, que esteve o tempo todo isolado entre os zagueiros santistas. A bola mal chegou até ele porque o Santa Cruz teve sérias dificuldades na armação, e o centroavante saiu no intervalo. Keno também não jogou, deixando o ataque tricolor carente de velocidade pelos lados do campo.

Desempenho do Santa Cruz

Defensivamente, o Tricolor impôs ao Santos a mesma dificuldade que encontrou no ataque durante o primeiro tempo. Mas faltou o individualismo que o adversário teve a seu favor. No segundo tempo o quadro mudou completamente: o Tricolor pressionou muito, mas foi negligente com os contra-ataques e assim tomou o segundo gol. Daí em diante teve maior volume, mas desperdiçou chances demais.

Desempenho do Santos

O Peixe teve campo e paciência na primeira meia hora de jogo, mas não conseguiu fazer melhor do que rodar a bola de um lado a outro sem conseguir desenvolver. Em uma das tantas sondagens santistas, porém, Zeca arriscou de longe e acertou um chutaço. O Santos voltou acuado do intervalo, mas conseguiu o segundo gol em ótimo contra-ataque e resolveu a partida.

Arrancada de Vitor Bueno resolve o jogo

A pressão do Santa Cruz no segundo tempo era enorme até os 19 minutos, quando Vitor Bueno escapou pela esquerda e chutou rasteiro. O rebote ficou na medida para Joel completar sem goleiro e dar tranquilidade para o Santos segurar o resultado.

Peixe volta a vencer longe da Vila

Desde agosto de 2015 o Santos não vencia fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. A vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro foi a única fora do Alçapão no torneio do ano passado. De lá para cá foram sete derrotas e quatro empates como visitante, sequência que foi quebrada em Recife neste domingo.

Ficha Técnica

Santa Cruz 0 x 2 Santos
Data:
12/06/2016
Local: Estádio José do Rego Maciel (Arruda), Recife-PE
Hora: 19h00 (de Brasília)
Público: 16.464
Renda: R$ 182.805,00
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões Amarelos: Wallyson (Santa Cruz); Paulinho e Zeca (Santos)

Gols: Zeca aos 45 minutos do primeiro tempo. Joel aos 19 minutos do segundo tempo

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Alex Bolaño (Leandrinho), João Paulo, Lelê e Fernando Gabriel (Daniel Costa); Arthur e Bruno Moraes (Wallyson). Treinador: Milton Mendes.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Zeca; Thiago Maia, Renato, Léo Cittadini (Serginho) e Vitor Bueno; Paulinho (Ronaldo Mendes) e Joel (Elano). Treinador: Dorival Júnior.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos