Uso de sinalizadores por parte da torcida coloca Palmeiras na mira do STJD

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Joka Madruga/Futura Press/estadão Conteúdo

    Ação de alguns torcedores pode prejudicar o Palmeiras no tribunal

    Ação de alguns torcedores pode prejudicar o Palmeiras no tribunal

Previsão de novos problemas para o Palmeiras fora das quatro linhas do gramado. No início da tarde desta quinta-feira, o procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, confirmou ao UOL Esporte que o tribunal novamente denunciará o clube de Palestra Itália, que já sofreu com punições nesta edição do Campeonato Brasileiro.

Novamente, o comportamento dos torcedores levou o Palmeiras ao tribunal. Desta vez, o uso de sinalizadores na noite da última quarta, durante o empate com o Coritiba, no Couto Pereira, levará o STJD a denunciar o atual líder do Campeonato Brasileiro.

A nova denúncia contra o Palmeiras ocorrerá novamente em virtude de um relato na súmula. O árbitro Anderson Daronco registrou no documento oficial da partida a interrupção do jogo.

"Relato que aos 43 minutos do segundo tempo, o jogo foi paralisado por 4min devido à torcida da equipe do Palmeiras ter acendido vários sinalizadores de cor verde. Foi solicitado ao policiamento do estádio que tomasse as providências cabíveis. Assim que os sinalizadores foram apagados, o jogo reiniciou normalmente", escreveu o árbitro.

Além do relato de Daronco, o tribunal se apegará às imagens da televisão para protocolar a nova denúncia contra o Palmeiras. Em tese, o clube será enquadrado pelo atraso no jogo e uso de objetos proibidos nos artigos 191 e 206, que punem o infrator com multas de R$ 100 a R$ 100 mil, calculadas de acordo com os minutos nos quais o duelo permaneceu paralisado.

Será a segunda denúncia contra o Palmeiras neste Campeonato Brasileiro. A equipe receberá uma partida no Allianz Parque sem a presença de torcedores por conta da briga de alguns membros com torcedores do Flamengo durante a partida entre os dois clubes, disputada em 6 de junho. 

A princípio, o castigo ocorreria neste sábado, diante do Santa Cruz. Entretanto, o departamento jurídico do clube alviverde entrou com um efeito suspensivo para receber os pernambucanos com torcedores, já que, até o momento da sentença, mais de 12 mil ingressos foram vendidos para os torcedores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos