Mattos reflete sobre 'bandidos' e promete novamente reclamar com a CBF

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

As palavras fortes proferidas por Alexandre Mattos na última quarta, quando classificou os torcedores que acenderam sinalizadores de 'bandidos', ficaram no passado. Neste sábado, o diretor de futebol do Palmeiras minimizou o discurso agressivo em relação aos infratores, mas manteve a postura ao falar sobre a arbitragem do Campeonato Brasileiro.

Na vitória por 3 a 1 sobre o Santa Cruz, Grafite anotou o único gol dos pernambucanos. O jogador, em posição ilegal, aproveitou-se de um cruzamento para diminuir o marcador. Mattos, na zona mista, declarou que o Palmeiras manterá as reclamações, independentemente de qual for o resultado dentro de campo.

"Sinceramente, ainda não vi o lance. Se precisar enviar (DVD) de novo, a gente envia, sem fazer muito barulho. Não é porque ganhou que vai deixar de reclamar, a gente sempre reclama da maneira que tem que ser, mandando os DVDs e conversando. Confiamos que tem honestidade, que tem trabalho, que tem reconhecimento dos erros, é isso que a gente faz", declarou o dirigente.

Enquanto falava dos equívocos da arbitragem, Mattos refletiu sobre os próprios erros. O dirigente palmeirense mudou o tom ao falar do grupo de torcedores que acenderam sinalizadores na última quarta-feira, no empate por 2 a 2 contra o Coritiba.

Joka Madruga/Futura Press/estadão Conteúdo

"Aproveitando que estamos falando em erros, vou aqui mudar só uma palavra que usei na critica depois do jogo lá (Curitiba), estava um pouco cabeça quente. Quero mudar os 'bandidos' para inconsequentes'", declarou Alexandre Mattos, que, no entanto, manteve o tom crítico ao abordar o assunto.

"Fazer essa festa bonita que foi aqui, sem ter sinalizador, sem mandar três ou quatro para o hospital. A consequência disso é o Palmeiras ser punido. Vamos brigar para não acontecer isso, mas tem que ficar o recado para os inconsequentes", finalizou.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos