Dudu desencanta, e Palmeiras vence Santa Cruz com autoridade

José Edgar de Matos

do UOL, em São Paulo

Um pequeno susto, sem efeito para apagar uma tarde de festa no Allianz Parque. Neste sábado, o Palmeiras contou com uma grande exibição ofensiva para superar com autoridade o Santa Cruz por 3 a 1 e recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro – pelo menos até este domingo, quando o Internacional encara o Figueirense, fora de casa, para tentar retomar a ponta.

De quebra, o Palmeiras viu um dos seus principais jogadores desencantar. Dudu fez dois gols, deu show com passes importantes – como quando deixou Gabriel Jesus na cara do gol, na segunda etapa -, e liderou a sexta vitória palestrina na Série A, a qual deixa o clube com 19 pontos, mesmo número do Inter.

Em contrapartida, o Santa Cruz perdeu a chance de confirmar a reação no Brasileiro. A quarta derrota nos últimos cinco jogos deixa o clube pernambucano com 11 pontos, estacionado exatamente no meio da tabela (10º lugar).

O embalado Palmeiras, que não perde há cinco rodadas, retorna a campo já na terça-feira, quando, a partir das 21h30 (de Brasília), receberá o América-MG, novamente no Allianz Parque. O Santa Cruz joga na quarta-feira, às 21h, contra o Flamengo, no Arruda.

Quem foi bem: Moisés por todos os lados

Cesar Greco/Ag Palmeiras

Moisés acabou 'sacrificado' por Cuca nesta tarde de sábado. Conforme a estratégia ousada de Cuca, o meio-campista atuou a maior parte da partida como o volante responsável pela saída de bola e proteção do sistema defensivo – Tchê Tchê usufruía de maior liberdade. Apesar de recuado, o camisa 28 manteve o nível de exibição altíssimo. Aos poucos, se torna fundamental para este time.

Quem foi mal: zaga do Santa Cruz

Formada por uma linha com Vítor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa, o sistema defensivo do Santa Cruz teve problemas para encaixar a marcação no "leve" Palmeiras. Sem um atacante de ofício, Dudu e Gabriel Jesus revezavam no comando do ataque, confundindo os marcadores, enquanto Róger Guedes dava trabalho pelo lado direito do campo. Para completar, o goleiro Tiago Cardoso colaborou com uma falha grotesca no primeiro gol dos donos da casa ao soltar a bola nos pés de Cleiton Xavier.

Palmeiras: apenas 45min para matar o jogo

Cesar Greco/Ag Palmeiras

A estratégia de Cuca deu certo logo nos primeiros minutos. Sem um volante fixo no setor de meio-campo – Moisés e Tchê Tchê atuaram mais recuados -, o Palmeiras ganhou mobilidade para conduzir a partida. O domínio em campo surgiu naturalmente, e a equipe paulista acuou o Santa Cruz desde o princípio com movimentação e intensidade.

Santa Cruz: frágil e perdido no Allianz Parque

Sem referências do adversário – Palmeiras, além de não contar com um 'volante-volante', também atua sem um centroavante fixo (Gabriel Jesus se movimenta e alterna com Dudu e Róger Guedes), o Santa Cruz pareceu perdido no Allianz Parque. Limitado a contra-ataques, o clube pernambucano pouco ameaçou a meta de Fernando Prass e descontou em um lance de bola parada, com Grafite, no começo do segundo tempo. A marcação do time de Milton Mendes não encaixou sobre o versátil Palmeiras.

Cuca ousado

Conservadorismo ficou no passado, e Cuca enviou a campo uma equipe ofensiva para o duelo deste sábado. Sem um volante de ofício, Moisés exerceu a função de organizar a saída de bola e atuou ainda mais recuado do que o de costume. A ousadia acabou premiada ainda no primeiro tempo: atuação impecável e uma vitória construída de maneira tranquila.

'Dudusencanta'

Danilo Verpa/Folhapress
Dudu voltou a marcar com a camisa do Palmeiras

De volta ao time titular do Palmeiras após ser poupado no meio de semana, Dudu não demorou a responder ao chamado de Cuca. O camisa 7 abriu o placar no Allianz Parque e quebrou um importante jejum: não balançava as redes desde 3 de abril, quando decidiu o clássico contra o Corinthians pelo Campeonato Paulista. De quebra, o meia-atacante balançou a rede logo por duas vezes. Antes dos rivais, o atacante só havia marcado em outras duas oportunidades: contra o São Paulo, em março, e Botafogo-SP, em janeiro, ambos pelo Estadual.

Jogadas ensaiadas

Por incrível que pareça, um simples lateral tem virado uma das armas do Palmeiras neste Campeonato Brasileiro. Utilizando muito bem a força dos braços do meio-campista Moisés, Cuca começou a treinar essa jogada nos treinamentos e já colhe frutos nas partidas. Depois de marcar o segundo gol contra o Coritiba dessa maneira, o lance foi repetido contra o Santa Cruz. E deu certo. Aos 28min do primeiro tempo, Moisés cobrou um lateral dentro da área, viu a zaga desviar antes de chegar em Cleiton Xavier. O camisa 10, no entanto, falhou no domínio, mas viu o goleiro Tiago Cardoso falhar ao não segurar a bola e só rolou para Dudu encher o pé e abrir o placar. Também foi assim com a cobrança de falta de Jean, que resultou no segundo gol da partida.

Recado claro e reforçado

José Edgar de Matos/UOL Esporte
Palmeiras pede colaboração dos torcedores no estádio

Depois de sofrer novamente com o comportamento de um grupo de palmeirenses na última quarta, quando torcedores acenderam sinalizadores no Couto Pereira, em Curitiba, o Palmeiras usou o gramado do Allianz Parque para cobrar disciplina. Mensagens como 'não acenda sinalizadores' e 'Palmeirense, não prejudique o Palmeiras. Identifique o infrator' foram exibidas para o público neste sábado.

50 vezes Allianz Parque

Em meio às turbulências na relação com a construtora WTorre, o Palmeiras comemorou uma data importante neste sábado. Diante do Santa Cruz, o clube de Palestra Itália completou o 50º jogo no Allianz Parque. Para simbolizar a data, uma ótima atuação para devolver a equipe à liderança do Campeonato Brasileiro – pelo menos até este domingo. Com o resultado deste sábado, a equipe agora possui um retrospecto de 32 vitórias, 11 derrotas e sete empates.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 x 1 SANTA CRUZ

Data: 18/06/2016 (sábado), às 16h (Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público: 34.162
Renda: R$ 2.167.071,76
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA /GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Gols: Dudu, aos 28min, e Jean, aos 47min do 1º tempo; Grafite, aos 6min, e Dudu, aos 20min, do 2º tempo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Tchê Tchê e Moisés (Thiago Santos); Dudu (Fabrício), Cleiton Xavier (Cristaldo) e Róger Guedes; Gabriel Jesus.
Treinador: Cuca.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Mário Sérgio), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, João Paulo (Wallyson) e Lelê (Daniel Costa); Arthur, Keno e Grafite.
Treinador: Milton Mendes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos