Em súmula, juiz diz que Calleri o acusou de perseguição por ser argentino

Luciano Borges

Do UOL, em São Paulo

O árbitro da partida entre São Paulo e Flamengo, Elmo Alves Resende Cunha, relatou em súmula o motivo de ter expulsado o atacante Callerri, que havia marcado dois gols na partida quando recebeu cartões amarelos em sequência por reclamação. Segundo o juiz, o atacante o acusou de persegui-lo por ser argentino.

"Esta de marcação comigo, c...! Só porque sou argentino?!. Essa arbitragem é uma vergonha.", teria dito Calleri, conforme relatou o árbitro na súmula da partida.

"Tal fato ocorreu com o jogo paralisado. Saliento que o jogador expulso saiu de campo normalmente. Esclareço que o atleta já havia sido advertido com cartão amarelo aos 20 minutos do segundo tempo por reclamação com a arbitragem", acrescentou Elmo Resende.

Reprodução/CBF
Súmula da partida entre SP x Flamengo relata acusação de Calleri contra o árbitro

Calleri foi do céu ao inferno em menos de 70 minutos no empate por 2 a 2 do São Paulo contra o Flamengo, neste domingo (19), no Mané Garrincha, pela 9ª rodada do Brasileirão. O atacante argentino abriu o placar em belo lançamento de Ganso e, após empate do time da Gávea, recolocou o Tricolor à frente de cabeça em cruzamento de Kelvin.

Aos 20 minutos do segundo tempo, porém, Calleri recebeu cartão amarelo por reclamação e seguiu questionando a decisão da arbitragem. Resultado: segundo cartão amarelo e expulsão em dois minutos.

Após perder seu artilheiro, o São Paulo recuou e poderia ter perdido de virada, mas Alan Patrick desperdiçou pênalti cometido por Maicon já nos acréscimos e manteve a igualdade no Mané Garrincha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos