Inter reclama de pênalti e não quer árbitro paulista em próximos jogos

Do UOL, em Porto Alegre

Um pênalti no primeiro tempo gerou revolta no Inter. O lance que abriu o placar para o Figueirense, que acabou vencendo por 3 a 2, gerou uma série de reclamações no vestiário vermelho. Tanto que o técnico Argel Fucks pediu para que nos próximos jogos não seja um árbitro da Federação Paulista a apitar os jogos de sua equipe. 

"Não é coerente. O Luiz Flavio (de Oliveira), que é um grande árbitro, apitou nosso jogo contra o América e nos deu sete cartões amarelos. Hoje de novo. Principalmente como temos um time gaúcho disputando a ponta com um time paulista, árbitro paulista, não é legal. Há vários árbitros competentes. Em um espaço curto de tempo, dois jogos com o mesmo árbitro, não é aconselhável. Não precisa disso. Tem que ter coerência. Hoje teve um erro, e o erro é normal. Queremos uma rotatividade maior de árbitros para que quando se tenha este tipo de disputa não se tenha dúvida nenhuma", disse Argel. 
 
O lance sublinhado pelo Internacional ocorreu no fim do primeiro tempo. Lins entraria driblando na zaga do Colorado quando caiu, alegando ter sido empurrado por Ernando. O árbitro marcou pênalti e Bady colocou nas redes. 
 
O vice de futebol do Colorado, Carlos Pellegrini, avaliou o ocorrido como 'vergonhoso' e prometeu se manifestar na CBF sobre a escolha dos árbitros nos jogos seguintes. 
 
O Inter, depois de sair atrás, tentou de toda forma empatar e virar. Chegou a crescer no segundo tempo, mas não o suficiente para se manter na liderança do Campeonato.  
 
"Foi uma grande partida, muito bem disputada, grandes lances para os dois lados. O primeiro tempo não foi tão bom. Mas tivemos três chances claras. O pênalti não houve, um erro que influenciou no resultado. No segundo tempo, nosso time se soltou mais, jogou melhor. Não que tenha ido tão mal no primeiro tempo. Era para ser 0 a 0. Se não há o pênalti, tinha sido uma chance só para o adversário. Foi um jogo equilibrado. Mas no segundo tempo, com as mudanças, ficamos mais ofensivos e conseguimos pressionar o adversário", disse Argel. "É futebol, não podemos lamentar muito. Só podemos lamentar o erro da arbitragem", finalizou. 
 
Com 19 pontos, o Inter deixou a liderança do Brasileirão com o Palmeiras, que tem a mesma pontuação, mas tem melhor saldo. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos