Maicon nega pênalti e diz que arbitragem 'puxou bastante para o Flamengo'

Do UOL, em São Paulo

Os são-paulinos não gostaram nada da arbitragem de Elmo Alves Resende. Tanto o técnico Edgardo Bauza como o zagueiro Maicon criticaram a atuação do juiz, que expulsou Calleri por reclamação na metade do segundo tempo e ainda marcou um pênalti para o Flamengo já nos acréscimos da partida – Alan Patrick desperdiçou e decretou o empate por 2 a 2 em Brasília.

Maicon, principal personagem do pênalti em cima de Emerson Sheik, questionou a marcação da arbitragem e disse que sequer encostou no atacante flamenguista.

"Em minha opinião, não foi pênalti. Eu vi a repetição no vestiário, e na minha opinião eu acerto o Caramelo. Ele poderia ter dado lance perigoso, mas optou pela penalidade. Na dúvida, ele apitou pênalti", disse.

Para Maicon, a arbitragem de Elmo tendeu para o lado são-paulino: "A gente viu uma arbitragem que puxou bastante pelo Flamengo, todos os cartões eram para gente, eles paravam todo contra-ataque e não eram nem verbalmente advertidos".

Em entrevista coletiva, Edgardo Bauza também questionou o pênalti a favor do Flamengo. "Creio que não foi pênalti, não sabemos o que ele marcou. Seria bom perguntar para ele [Elmo Alves] o que foi", disse o treinador são-paulino, que ainda preferiu não analisar a expulsão de Calleri, que recebeu o amarelo e depois o vermelho por reclamação.

"A expulsão foi por algo que o Calleri disse. Raro é expulsão do Calleri, o motivo. Não quero dizer porque tenho medo que interpretem mal. Mas o motivo pelo qual o expulsou espero que coloque na súmula como foi. Vamos ver.", completou Edgardo Bauza.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos