Ricardo Oliveira projeta volta ao Santos, mas pode ser para se despedir

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Artilheiro santista não tem proposta no momento, mas não descarta deixar o clube

    Artilheiro santista não tem proposta no momento, mas não descarta deixar o clube

O atacante Ricardo Oliveira inicia nesta semana o trabalho físico com bola no gramado. O atleta não confirma a data de seu retorno, mas os profissionais do clube acreditam que o camisa 9 deve esperar mais duas semanas antes de voltar a defender o Santos.

Há 40 dias sem atuar, o possível retorno de Ricardo Oliveira deixa a torcida santista animada. No entanto, o artilheiro pode retornar ao time para fazer uma espécie de despedida. O camisa 9 desperta o interesse de clubes chineses, árabes e até dos Estados Unidos.

Ricardo Oliveira não recebeu nenhuma proposta oficial atualmente, mas fez questão de dizer que não descarta deixar o Santos.

"Eu particularmente não gosto de falar de especulações. Gera no torcedor uma ansiedade e, às vezes, o torcedor vai tomar uma decisão de forma errada devido aquilo que ele ouviu. E não tem nada. São especulações que surgem que a gente não consegue evitar. Você garante que vai sair? Não. E também não garanto que vou permanecer. Mas não abri negociação, são especulações que as pessoas vão falando, isso foge do meu controle", afirmou Ricardo Oliveira.

"O que o torcedor pode ficar tranquilo é que estou completamente envolvido com o clube e focado na minha recuperação para poder voltar e ajudar meus companheiros e o clube que me deu essa oportunidade. Quanto a isso, o torcedor pode ficar tranquilo", completou.

Ricardo Oliveira pode reforçar o Santos daqui a duas semanas. O problema do atleta foi avaliado como crônico. Segundo apuração com integrantes da comissão técnica do clube, o centroavante estava com artrite nos dois joelhos (não apenas no direito, o lesionado), além de edema ósseo e desequilíbrio muscular. Praticamente recuperado, o atacante está ansioso para iniciar os trabalhos no campo.

"Fiquei um período na casinha, sofrendo, evitando até ir ao campo para falar com amigos. Mas graças a Deus, vocês ficaram sabendo que o joelho respondeu bem, comecei a correr, essa transição agora requer paciência para que não seja acelerada. Não tem mais fisioterapia. É musculação e campo. Comecei a correr e potencializar a musculatura. Acredito que na semana que vem devo ir a campo fazer trabalhos normais", disse.

Ricardo Oliveira é bastante elogiado pelos profissionais do Santos por conta de seu profissionalismo e dedicação. Além disso, o atleta não tem histórico de vida desregrada, fato que o ajuda nesta recuperação aos 36 anos de idade.

Aliás, a comissão técnica vê o empenho do camisa 9 para voltar a jogar como mais um exemplo de seu capitão aos atletas mais jovens do elenco santista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos