Cristóvão muda protocolo de Tite e relaciona Cássio e Vílson para estreia

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo

Cristóvão Borges afirmou que não estava disposto a mudar o Corinthians de Tite. Mas, nesta terça-feira, mostrou ter alguns métodos distintos. 

Se o novo treinador da seleção brasileira era avesso a treinamentos fechados, o sucessor optou por restringir o acesso dos jornalistas à atividade da véspera de Atlético-MG x Corinthians, marcada para a quarta, em Belo Horizonte, no Mineirão. 

Com isso, não é possível assegurar a equipe titular do Corinthians para a partida. Mas, o goleiro Cássio e o zagueiro Vílson, dúvidas para a formação do time, foram relacionados e viajam a Belo Horizonte. A tendência é que ambos iniciem o jogo. 

Cássio, de acordo com o departamento médico do clube, teve crise de sinusite nos últimos dias e foi substituído na partida de domingo contra o Botafogo. Já o zagueiro, ausente dos compromissos mais recentes por um edema muscular, deve atuar ao lado do garoto Pedro Henrique. 

Ao todo, mesmo com a dupla possivelmente de volta, Cristóvão tem oito baixas para iniciar seu trabalho: os goleiros Walter e Matheus Vidotto, os zagueiros Yago e Balbuena, os volantes Cristian e Elias, o meia Danilo e o centroavante André. Todos, com exceção do suspenso Balbuena, estão lesionados. 

O provável Corinthians em Belo Horizonte é: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Vílson (Léo Santos) e Uendel; Bruno Henrique e Rodriguinho; Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto; Romero. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos