Dorival critica atacante polêmico do Santos: "é o reflexo da sociedade"

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

O técnico Dorival Júnior não poupou críticas ao atacante Diogo Vitor, que coleciona polêmicas no Santos e foi rebaixado para o time sub 23 após faltar no treinamento da última segunda-feira, no CT Rei Pelé. O treinador acredita que a revelação santista não está querendo construir uma carreira no futebol e, inclusive, está desprezando todas as oportunidades cedidas pelo clube paulista.   

"Ele tem potencial enorme, precisa de ajuda, apoio, mas ele mesmo não está afim. E quando a pessoa não está afim as coisas se complicam muito mais. É uma pena, uma judiação você ter um garoto com esse, com potencial, mas com todas as oportunidades dadas dentro do Santos, ele está virando a cara para todas elas", afirmou Dorival.

"Ele não está querendo construir uma carreira. É o reflexo da sociedade que vivemos. Demos toda a atenção, os jogadores o acolherem, mas ele se volta para 'um outro lado', não sei o que se passa na cabeça dele, é muito difícil, é uma pena, pois seria um jogador muito promissor, de ter uma evolução muito grande na carreira", completou.

O UOL Esporte revelou com exclusividade que Dorival Júnior havia promovido Diogo Vitor ao elenco profissional e que bancaria a estreia do atacante contra o Botafogo-RJ, como ocorreu há duas semanas.

No entanto, a reportagem também mostrou que o atleta é extremamente polêmico fora de campo. Diogo Vitor comprou um Camaro após assinar seu primeiro contrato com o Santos e sumiu do clube. Ele é considerado mais uma das grandes revelações das categorias de base do clube paulista.

Mas, diferente de Robinho e Neymar, o excesso de problemas extracampo atrapalharam a sua carreira. O atacante já sumiu diversas vezes, mas recebeu uma nova oportunidade da diretoria santista e foi integrado ao time B antes de ser chamado por Dorival para enfrentar o Botafogo no último dia 5.

A revelação santista seria apresentada ao torcedor na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, mas ele sumiu e não participou da competição. Diogo alegou dor de dente e ainda rejeitou o tratamento do clube.

Em seguida, no segundo sumiço, Digo Vitor alegou que a avó havia falecido. A cúpula santista ficou sensibilizada com o fato e ligou na casa do jogador, mas se surpreendeu mais uma vez, já que a própria avó atendeu a ligação.

Diogo Vitor ficou deslumbrado com o dinheiro que recebeu após assinar o seu primeiro contrato com o Santos. O atacante ganhou luvas de seus empresários e gastou o montante comprando um Camaro.

Diogo ficou famoso nas noitadas de Santos, arrumou confusões e teve até que voltar a sua cidade natal, em Coqueiral-MG. Em abril deste ano, ainda em Minas Gerais, na cidade de Santana da Vargem, o atacante se envolveu em um acidente na madrugada. Ele estava em uma caminhonete que bateu em uma parede, mas ninguém se feriu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos