SP peca nas finalizações, empata com Sport e perde chance de entrar no G-4

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo dominou o Sport, mas pecou nas finalizações e empatou por 0 a 0 em casa, nesta quinta-feira (23), pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi o primeiro ponto dos pernambucanos em 17 partidas no Morumbi na história da competição.

Com o empate, o tricolor foi a 15 pontos na tabela, permaneceu na 7ª colocação e perdeu a chance de entrar no G-4 - já que igualaria o Flamengo com 17 pontos mas teria melhor saldo de gols.

O São Paulo teve muito mais posse de bola que o Sport, mas não conseguiu finalizar com qualidade. Calleri, suspenso, fez falta. Ytalo, seu substituto, não esteve à altura, mas reclamou de pênalti após sofrer carrinho na grande área.

SP perde 1º ponto para o Sport no Morumbi

O São Paulo entrou no Morumbi nesta quinta defendendo um tabu histórico. O clube jamais perdera sequer um ponto contra o Sport em seu estádio pelo Brasileirão. Eram 16 vitórias em 16 jogos, com 100% de aproveitamento. Houve também uma partida no Pacaembu, que terminou igualmente com vitória tricolor. Com o empate desta quinta, o tricolor manteve a invencibilidade, mas perdeu seu primeiro ponto para o rival no Morumbi.

Quem foi bem: Ganso

Julia Chequer/Folhapress

O camisa 10 do São Paulo teve mais uma noite de maestro. Embora tenha perdido chance clara de gol no primeiro tempo, Ganso distribuiu o jogo com muita clareza e criou as principais chances de gol dos donos da casa. Faltou o gol.

Quem foi mal: Michel Bastos

O meio-campista tricolor não jogou seu melhor futebol no Morumbi. Michel perdeu duas boas chances de gol, não conseguiu levar perigo nas tramas pelo lado esquerdo e ainda protagonizou chutes bisonhos de fora da área.

Calleri faz falta

O São Paulo teve o importante desfalque de Jonathan Calleri, que recebeu um cartão vermelho no empate por 2 a 2 com o Flamengo, no último domingo, em Brasília. E sentiu a ausência do seu artilheiro. Ytalo, atacante que chegou do Grêmio Osaco Audax depois de ser vice-campeão paulista, desbancou o concorrente Alan Kardec mas não esteve à altura do argentino na equipe titular. Munido com muitas jogadas aéreas, ele não teve a mesma presença de área e ficou apagado em meio à zaga do Sport.

SP domina posse de bola, mas finaliza mal

Julia Chequer/Folhapress

O São Paulo dominou a partida desde os minutos iniciais no Morumbi. Com maior posse de bola, viu boa atuação de Ganso, com passes precisos no meio da zaga rival. Acuado, o Sport apostou nos contragolpes com Diego Souza, que jogou bem mas pecou nas finalizações. Nos 20 minutos iniciais, foram três chances de gol para os donos da casa. Mas Ytalo, de cabeça, Ganso, por cima na pequena área, e Michel Bastos, após linda assistência do camisa 10, desperdiçaram. E o ritmo da partida arrefeceu, com os visitantes administrando o jogo para levar empate aos vestiários após bom primeiro tempo.

O cenário da partida manteve-se quase inalterado na etapa final, com a diferença que o Sport não conseguiu mais assustar nos contra-ataques. Ganso continuou distribuindo bem a bola e criando as principais chances do São Paulo. Aos 16 minutos, os donos da casa reclamaram de pênalti sobre Ytalo, que tomou carrinho dentro da área. Bauza usou as três alterações a que tinha direito e foi pra cima de vez do Sport, que praticamente abriu mão de atacar. Mas o ataque tricolor voltou a pecar no terço final do gramado e não conseguiu balançar as redes.

Domínio não se transforma em gols

O São Paulo terminou o primeiro tempo com nada menos que 69% da posse de bola – trocando ao todo 244 passes certos. Em paralelo, o Sport acertou apenas 106 passes na etapa inicial. Mesmo ficando mais com a bola, o São Paulo jogou com intensidade e roubou seis bolas – uma a mais que o Sport. Em finalizações, o Tricolor também levou vantagem na etapa inicial sobre o rubro-negro: 6 x 5. Gol, que é bom, nada!

Menon: SP tem ataque de Z-4

Na opinião do Menon, blogueiro do UOL Esporte, o ataque é um dos principais problemas do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Para ele, assim, o clube do Morumbi não vai longe na competição.

Sport ainda não conta com ex-são-paulinos

Rivais nesta quinta, São Paulo e Sport negociaram dois jogadores recentemente. Pouco aproveitados por Bauza, o atacante Rogério e o lateral direito Auro deixaram a capital paulista e se transferiram por empréstimo para o Recife. Mas eles não estiveram em campo defendendo a nova equipe no Morumbi.

Anel inferior é reaberto após reforma

O anel inferior do Morumbi foi reaberto após passar por reforma dos guarda-corpos da estrutura metálica que cedeu derrubando quase 20 torcedores no fosso do estádio durante partida da Libertadores contra o Atlético-MG. Na ocasião, 11 de maio passado, vários torcedores se feriram e precisaram ser hospitalizados. Felizmente, não houve nenhuma ocorrência mais grave, mas o setor foi interditado para reformas após vistoria do Corpo de Bombeiros.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 SPORT

Local:Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23 de junho de 2016, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Rafael Trombeta e Pedro Martinelli Christiano (ambos do PR)

Público: 11.145
Renda: R$ 321.698,00

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Matheus Reis; João Schmidt (Luis Araújo), Thiago Mendes, Kelvin (Centurión), Ganso e Michel Bastos; Ytalo (Alan Kardec)
Técnico: Edgardo Bauza

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Serginho (Rodrigo Mancha), Gabriel Xavier e Everton Felipe; Diego Souza e Edmílson
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos