Roger admite jogo fraco do Grêmio em derrota no PR: "Pouca coisa boa"

Do UOL, em Porto Alegre

Pouca coisa se salvou no segundo tempo do Grêmio na Arena da Baixada, contra o Atlético-PR, neste domingo (26). O resumo sincero é de Roger Machado, treinador do time gaúcho. Exatamente com essas palavras. Após o 2 a 0 que tira o tricolor da ponta da tabela, ele admitiu jornada fraca técnica e tática.

"O primeiro tempo foi equilibrado. Mesmo assim com erros de passes simples, talvez pelo gramado. Muitas vezes interrompemos nosso ataque e entregamos a bola para o Atlético. No segundo tempo, fora de casa, demos um contra-ataque e saiu o gol. Tentamos dar um passe para dentro, erramos e devolvemos a bola. Demos espaço. Dois gols de fora da área, com duas jogadas quase iguais. No segundo tempo, realmente, ficou pouca coisa boa. Jogamos pouco", disse Roger.

E de fato, no primeiro tempo o Grêmio foi de mais a menos. O começo promissor deu lugar a uma lentidão tanto para armar como defender. A estratégia dos donos da casa, inclusive, mudou. As bolas longas deram lugar a circulação na intermediária.

Na volta do intervalo ficou óbvio. Era questão de tempo para sair o gol do Atlético-PR. Levou oito minutos até Hernani marcar. Aos 23, André Lima anotou o segundo.

"Nós jogamos contra um adversário que nos impôs um ritmo diferente. E o gol saiu em um contra-ataque, que a gente deu. Quando se está atacando, é preciso defender bem também. Foram erros de posicionamento, erros técnicos. Tecnicamente alguns jogadores não foram bem. Sobrou pouca coisa boa, mesmo", repetiu o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos