Sport goleia Chapecoense, segue reagindo e deixa zona de rebaixamento

Do UOL, em São Paulo

O Sport deu mais um sinal de reação no Campeonato Brasileiro. Depois de uma vitória em casa sobre o Fluminense e um empate fora com o São Paulo nas duas rodadas anteriores, o time de Oswaldo de Oliveira recebeu a Chapecoense neste domingo e goleou por 5 a 1. 

O resultado faz o Sport chegar a 12 pontos e deixar a zona de rebaixamento. A pontuação é a mesma que a do Botafogo, mas a equipe pernambucana tem melhor saldo de gols e por isso aparece em 16º lugar, uma posição acima do time carioca. Já a Chapecoense, que atuou pela primeira vez sem Guto Ferreira, segue com 15 pontos e é o 11º colocado. 

Rodney Wallace marca duas vezes e comanda goleada

Escalado na lateral esquerda pelo segundo jogo seguido, o meia mostrou-se bastante eficiente nas jogadas ofensivas pelo setor e levou muito perigo ao adversário nestas investidas. Os dois gols que marcou são sinais disso. No primeiro tempo, ele acertou um chute em um lance que pareeu cruzamento e enganou o goleiro Danilo. Na segunda metade, ele apareceu para bater cruzado. O goleiro fez a defesa, mas a bola bateu em Thiego e acabou entrando. 

Sport domina, leva susto no segundo tempo e reage rápido

Foram cinco finalizações do Sport ao longo do primeiro tempo contra uma única da Chapecoense. Além disso, o time teve oito escanteios, ao passo que o oponente não teve nenhum. Esses dados ajudam a mostrar o quanto o time foi mais eficiente com a bola nos pés antes do intervalo. Porém, logo na volta dos vestiários, tomou o empate em um gol de Ananias. Só que a resposta do time da casa não demorou muito. O Sport seguiu criando e voltou a ampliar sete minutos mais tarde, em um gol de cabeça de Rithely após cobrança de escanteio. Três minutos depois, Rodney Wallace fez o terceiro. Aproveitando o abatimento e a desorganização do adversário em campo, fez o quarto, o quinto e ainda seguiu em busca de mais no fim.

Chapecoense paga caro por criar pouco e oferecer espaços

Apesar do gol de Rodney Wallace, a Chapecoense até que conseguiu se defender com eficiência em outras oportunidades durante o primeiro tempo. A zaga trabalhou bem para anular as principais chances que o adversário criava. A maré parecia virar quando Ananias empatou logo na volta do intervalo, mas a alegria durou pouco. Uma falha na bola aérea pouco depois fez o time voltar a ficar em desvantagem. E como os espaços continuaram sendo oferecidos, o Sport passou a aproveitar melhor as chances que teve e construiu a goleada. Foi o preço que pagou por ter criado pouco com a bola nos pés, pelo menos enquanto a partida ainda estava aberta, e por ter deixado o sistema defensivo tão aberto. 

Ficha técnica

SPORT 5 X 1 CHAPECOENSE
Local:
Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 26 de junho de 2016, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Cartões amarelos: Rodrigo Mancha, Gabriel Xavier, Diego Souza, Ronaldo (Sport); Lucas Gomes, Silvinho (Chapecoense)
Gols: Rodney Wallace (Sport), aos 11 do 1º tempo; Ananias (Chapecoense), aos 2 do 2º tempo; Rithely (Sport), aos 9 do 2º tempo; Rodney Wallace (Sport), aos 12 do 2º tempo; Diego Souza (Sport), aos 19 do 2º tempo; Ronaldo (Sport) aos 32 do 2º tempo

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rodrigo Mancha (Ronaldo), Rithely, Gabriel Xavier, Diego Souza (Clayton) e Everton Felipe; Edmilson (Rogério).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego e Cláudio Winck; Josimar, Rafael Bastos (Arthur Maia) e Cleber Santana; Lucas Gomes (Ananias), Silvinho (Neném) e Bruno Rangel.
Técnico: Emerson Cris

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos