Atlético-MG sobe 10 posições em 3 rodadas, encosta nos líderes e quer mais

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

No dia 16 de junho o Atlético-MG perdeu para o Internacional por 2 a 0, no Beira-Rio, no encerramento da 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com uma série de sete partidas sem vitórias, a equipe mineira seguia dentro da zona do rebaixamento, com apenas sete pontos, na 18ª colocação, bastante longe dos líderes da competição.

Algoz da noite, o Inter estava na primeira posição, com 19 pontos, 12 a mais do que o Atlético-MG. Já o Santos completava o G4 com 13 pontos, portanto, seis a mais do que o Galo. Naquele momento, a aposta da comissão técnica e dos jogadores era na sequência de jogos em Belo Horizonte. Quatro partidas diante da torcida, sendo uma como visitante contra o América-MG, para mudar a situação.

A meta traçada foi única: conseguir 100% de aproveitamento contra Ponte Preta, Corinthians, América-MG e Botafogo. Passados três dos quatro confrontos, o Atlético segue firme em busca da meta. São três triunfos consecutivos. Junto com demais resultados, a motivação atleticana fica ainda maior.

Agora com 16 pontos, o Atlético já não olha mais para a zona de rebaixamento, para sim para o G4. A distância que chegou a ser de seis pontos caiu para três. O líder não é mais o Internacional, é o Palmeiras. E a distância que foi de 12 pontos é somente de seis. Motivos mais do que suficientes para fazer o atleticano querer mais.

"Estou muito feliz, muito feliz. A gente já começa a olhar lá para frente. O líder está a seis pontos da gente. Então, estamos chegando aí. É continuar com humildade e agora é comemorar até segunda, para depois já começar a pensar no Botafogo", comentou o atacante Fred.

A confiança após três vitórias não é apenas dos jogadores, mas também dos torcedores. Depois de colocar mais de 34 mil pagantes contra o Corinthians, a expectativa é que o Atlético conte com mais de 40 mil pagantes diante do Botafogo, no duelo desta quinta-feira. Chance de encostar mais um pouco nos líderes do Brasileirão.

"Confesso que em grandes jogos tenho uma preferência pelo Mineirão. É um campo ótimo. Podemos colocar muito mais torcedores. Foi uma decisão da diretoria, mas com aprovação total nossa. Esperamos que a gente possa encaixar mais uma vitória", completou o técnico Marcelo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos