Ábila e Sóbis têm o mesmo número de gols que atacantes do Cruzeiro em 2016

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Cruzeiro/Divulgação

    Reforço do Cruzeiro, Ramón Ábila ao lado do diretor de futebol Thiago Scuro e do técnico Paulo Bento

    Reforço do Cruzeiro, Ramón Ábila ao lado do diretor de futebol Thiago Scuro e do técnico Paulo Bento

Solucionar o problema do setor ofensivo era o objetivo do Cruzeiro na abertura da janela de transferências. Aparentemente, a diretoria obteve êxito em sua meta. As chegadas de Ramón Ábila e Rafael Sóbis deixam o ataque mais poderoso que o atual.

A cúpula desembolsou US$ 9 milhões (R$ 29,72 milhões na cotação atual) para buscar os jogadores, mas a julgar pelo que fizeram em seus antigos clubes, podem valer cada centavo gasto. Os números podem comprovar a eficiência da dupla recém-contratada.

Com as cores do Huracán, da Argentina, o centroavante Ramón Ábila, de 26 anos, mostrou ser um artilheiro nato. Em 24 partidas, incluindo Campeonato Argentino e Copa Libertadores da América, o hermano balançou as redes adversárias em 16 oportunidades.

Divulgação/Cruzeiro

Rafael Sóbis não tem o mesmo faro do gringo. Contudo, tem uma boa média de bolas na rede pelo Tigres em 2016. O atacante de 31 anos disputou 22 jogos e estufou as metas rivais em sete oportunidades. Se somados os feitos da nova dupla, são 23 gols contabilizados em seis meses.

Conforme o site oficial, o elenco do Cruzeiro conta com cinco atacantes: Douglas Coutinho, Judivan, Rafael Silva, Riascos e Willian.

Willian é quem tem mais aparições pelo time dentre os homens de frente – são 18 ao todo. O dono da camisa 9, contudo, fez três gols apenas. Rafael Silva é o artilheiro do plantel na temporada. Em 16 compromissos, ele marcou cinco vezes. Douglas Coutinho fez quatro gols em 14 embates neste ano.

Judivan nem sequer entrou em campo devido a uma seríssima contusão no joelho. Por fim, Duvier Riascos disputou 25 jogos – com as camisas de Vasco e Cruzeiro – e estufou as redes adversárias em 11 oportunidades. Desde que chegou à Toca da Raposa II, o colombiano foi acionado em oito jogos e celebrou apenas uma vez.

Atacantes do Cruzeiro
Douglas Coutinho
– 4 gols/14 jogos (2016)
Judivan – 0 gol/0 jogo (2016)
Riascos – 11 gols/25 jogos (2016)*
Willian – 3 gols/18 jogos (2016)
Rafael Silva – 5 gols/16 jogos (2016)
Total: 23 gols
*Contabilizados também os jogos pelo Vasco

Reforços do Cruzeiro
Ramón Ábila
– 16 gols/24 jogos (2016)
Rafael Sóbis – 7 gols/22 jogos (2016)
Total: 23 gols

Ficha técnica
Chapecoense x Cruzeiro

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 29 de junho de 2016 (quarta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Luiz H Souza Santos Renesto (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Chapecoense
Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego e Sérgio Manoel; Josimar, Gil, Cleber Santana e Ananias; Silvinho e Bruno Rangel.
Técnico: Caio Júnior.

Cruzeiro
Fábio; Mayke, Bruno Viana, Fabrício Bruno e Bryan; Lucas Romero, Henrique, Bruno Ramires (Élber) e Giorgian De Arrascaeta; Alisson e Willian.
Técnico: Paulo Bento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos