Cruzeirenses apontam vacilos na defesa e lamentam fim da sequência positiva

Do UOL, em Belo Horizonte

Desde a era Vanderlei Luxemburgo, há um ano, o Cruzeiro não alcança três vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. Nesta noite de quarta-feira, o time mineiro começou bem na Arena Condá e disposto a terminar o tabu. Contudo, levou a virada para a Chapecoense e deixou o campo de jogo com uma derrota por 3 a 2. No fim da partida, os jogadores lamentaram muito os vacilos defensivos que proporcionaram a queda mineira em Santa Catarina.

"Não podemos tomar os gols assim. Tomamos no primeiro tempo, no final da partida. Futebol é assim. Se tomar muitos gols, não vamos vencer", falou o meia Arrascaeta.

O Cruzeiro começou bem a partida e abriu o marcador com Pisano. Contudo, o time recuou cedo demais e passou a chamar a Chapecoense para o seu campo. O time da casa empatou ainda no primeiro tempo, com Silvinho. Na etapa final, Arthur Maia virou o jogo após bela cobrança de falta. Fabrício Bruno ainda deixou novamente tudo igual já no final do jogo, mas no apagar das luzes ainda deu tempo para a Chapecoense alcançar o gol da vitória, com Kempes, após nova falha defensiva do Cruzeiro.

"O time deles veio pra cima pra tentar pressionar. Estava difícil pra gente conseguir sair. Estávamos marcando bem. Em um lance que a gente desligou, ele saiu livre e conseguiu finalizar", comentou o goleiro Fábio.

Com o resultado, o Cruzeiro interrompe a série de duas vitórias seguidas e permanece com 14 pontos no meio da tabela, podendo ainda terminar a rodada caindo da 13ª para a 16ª colocação.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos