Barrios vê Palmeiras mais unido após fim de desavença com Cuca

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Lucas Barrios interrompeu o jejum na temporada 2016. Depois de uma semana na qual entrou em desavença pública com o técnico Cuca, o atacante paraguaio recebeu a chance que esperava na noite desta quinta-feira, em goleada por 4 a 0 sobre o Figueirense, no Allianz Parque. Foi o primeiro jogo depois de onze rodadas no Campeonato Brasileiro.

Novamente incluído no elenco palmeirense, ainda mais depois da saída de Cristaldo para o Cruz Azul-MEX, Lucas Barrios viu o elenco ainda mais fortalecido depois de toda a polêmica da semana, que incluiu até questionamentos do treinador e respostas do atacante por intermédio da imprensa.

"Como falam, em certos momentos e acontecimentos o grupo acaba se unindo mais. Falei para Cuca, sempre que o Palmeiras precisar de mim e ele também, eu vou estar à disposição", afirmou o centroavante.

"Sempre com humildade, sei o que posso fazer por um time, que posso ser importante. Hoje o que me resta é brigar por uma vaga no ataque, vou sempre atrás do melhor para o time para mim, porque eu gosto de jogar, né?", declarou.

O camisa 8 superou uma lesão na panturrilha e recebeu uma chance de Cuca nesta quinta. O treinador, que via o atleta infeliz, decretou o fim da confusão em meio ao clima de comemoração pela goleada.

"Aquilo que ocorreu com o Barrios já é passado. Não precisava ter ocorrido nada. Acho que fui mal interpretado, de repente por ele ter visto o título de uma matéria. Temos que sentir o foco do jogador com a gente. Cabe a ele, ao Dudu, ao Gabriel Jesus, a todos que têm procura de outras equipes. Não disse que ele não está focado. Ele está focado, sim, gosto dele, é uma pessoa culta, bom jogador", opinou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos