Atlético-PR conta com falha do goleiro para vencer o lanterna América-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Em uma competição tão equilibrada como é o Campeonato Brasileiro, ter a chance de jogar em casa contra o lanterna tem de ser aproveitada. E o Atlético-PR não vacilou. É verdade que o time de Curitiba contou com uma falha do goleiro João Ricardo para vencer o jogo, por 1 a 0, na Arena da Baixada.

Mas jogando bem ou jogando mal, a vitória vale três pontos. Com o triunfo sobre o lanterna o Atlético-PR alcançou a pontuação do Internacional, atualmente o quarto colocado. São 20 pontos e a 6ª posição, que deve ser perdida com os jogos deste domingo. Já o América-MG segue na última posição, agora com quatro derrotas seguidas.

Quinta opção no América-MG, Roger faz boa partida

Em jogo com pouco destaque para os jogadores de criação e conclusão de jogadas, o destaque foi zagueiro Roger. Quinta opção do técnico Sérgio Vieira entre os zagueiros do América-MG, o jovem jogador levou vantagem em quase todas as disputadas de bola com os jogadores do Atlético-PR. Sua equipe acabou derrotada, mas Roger deixa o campo com a sensação que fez o que podia.

Falha de João Ricardo decidiu o jogo no Paraná

Nenhum jogador do atual elenco do América-MG é tão respeitado pela torcida como é o goleiro João Ricardo. No clube desde a temporada 2014, o camisa 1 foi decisivo no acesso à Série A, no ano passado, e no título Mineiro, em 2016. Porém, João Ricardo falhou no gol do Atlético-PR. É verdade que a bola chutada por Nikão passou por muita gente, mas o goleiro do América caiu mal e não conseguiu segurar uma bola que chegou ao gol sem muita força.

André Lima não teve chances contra a defesa mais vazada

Duelo em casa com o lanterna e time com a defesa mais vazada da competição. Chance ideal para o centroavante da equipe mandante brilhar. Era o que se esperava de André Lima diante do América-MG. Mas o atacante do Atlético-PR pouco apareceu no jogo deste sábado, na Arena da Baixada. O camisa 99 não teve nenhuma boa chance sequer para finalizar. A falta de inspiração dos meias do Atlético-PR e a boa atuação do jovem zagueiro Roger, do América-MG, explicam a noite ruim de André Lima.

Após primeiro tempo ruim, Autuori muda o jogo com alteração

Os primeiros 45 minutos de Atlético-PR e América-MG foi dos piores entre todos os jogos disputados nas 13 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. A única defesa na primeira etapa foi de João Ricardo, para cortar um cruzamento. Em casa e diante do lanterna, o Atlético-PR precisava mostrar mais. A volta do intervalo foi com mudança, com Giovanny no lugar de Marcos Guilherme. O Atlético-PR cresceu com a alteração e logo nos primeiros minutos criou mais chances do que em todo o primeiro tempo. Fez o gol aos sete minutos e não sofreu sustos no restante da partida.

América com escalação nova, mas com o futebol de sempre

A cada rodada o técnico Sérgio Vieira escala um time diferente. Nem sempre as mudanças são por obrigação, em casos de suspensões em lesões. Muitas alterações são por opção do treinador, que segue em busca de uma formação ideal. E contra o Atlético-PR não foi diferente. Uma nova formação, mas nada diferente em campo. O América é uma equipe que pouco ameaça o gol adversário e sofre com o excesso de falhas individuais. Contra o Atlético-PR foi a vez de o goleiro João Ricardo falhar.

Walter entra no segundo tempo e impressiona pelo tamanho

No começo da temporada, quando retornou ao Atlético-PR, o atacante Walter postou fotos mostrando que estava mais magro. Algo que era percebido também nas partidas. No entanto, no confronto deste sábado, com o América-MG, o jogador da equipe paranaense se mostrou novamente bastante acima do peso. O camisa 18 do Atlético-PR entrou aos 23 minutos do segundo tempo e pouco fez. Destaque somente para o tamanho de Walter ao lado dos demais jogadores em campo.

Mesmo com 'dois a mais', América não consegue pressionar

Por volta dos 35 minutos do segundo tempo o meia Nikão sinalizou para o banco de reservas do Atlético-PR e avisou que não estava bem. Pediu para sair. Porém, naquela altura, o técnico Paulo Autuori já havia feito as três mudanças possíveis. Assim, o meia teve de terminar a partida em campo. O mesmo aconteceu com Giovanny, que torceu o tornozelo direito aos 43 minutos, mas seguiu em campo, apenas fazendo número. Mesmo com o Atlético-PR com problemas, o América não conseguiu pressionar nos minutos finais.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1 X 0 AMÉRICA-MG

Data: 02/07/2016 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Público: 10,137 pagantes
Renda: R$ 150.110,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Otávio e Vinícius (CAP) Jonas e Adalberto (AFC)
Gol: Nikão aos 7 min do segundo tempo

ATLÉTICO-PR
Weverton, Léo, Wanderson, Thiago Heleno (Marcão, aos 28 do 2º) e Sidcley; Otávio, Hernani, Vinícius (Walter, aos 23 do 2º), Nikão e Marcos Guilherme (Giovanny, no intervalo); André Lima.
Treinador: Paulo Autuori.

AMÉRICA-MG
João Ricardo, Jonas (Pablo, aos 16 do 2º), Adalberto, Roger e Bruno Teles; Leandro Guerreiro, Juninho e Gilson (Tony, aos 20 do 2º); Osman, Bruno Rangel (Alan Mineiro, aos 21 do 2º) e Borges.
Treinador: Sérgio Vieira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos