Árbitro diz que auxiliar o fez mudar de opinião e expulsar lateral do SP

do UOL, em São Paulo

A expulsão de Matheus Reis, aos 8min do primeiro tempo, deu o que falar no Moisés Lucarelli. Na partida que terminou com vitória da Ponte Preta sobre o São Paulo, por 1 a 0, o árbitro Vinícius Furlan primeiro deu cartão amarelo ao lateral e, depois, "voltou atrás" e aplicou o vermelho. Na súmula, ele explica que foi o quarto árbitro que o fez mudar de opinião.

"Culpado de jogo brusco grave – Expulso por dar uma entrada com força excessiva na canela de seu adversário. Informo que, inicialmente, interpretei como jogada temerária, mostrando o cartão amarelo. Após conferir a gravidade do ferimento no atleta atingido, corroborando com a opinião do quarto árbitro, revoguei a decisão inicial, cancelando o cartão amarelo e mostrando o vermelho direto", descreveu Furlan na súmula da partida.

Reprodução
Árbitro explica expulsão de Matheus Reis na súmula

No lance que gerou revolta dos são-paulinos, Matheus Reis, lateral esquerdo do São Paulo, entrou de forma dura em Matheus Jesus, meio-campista da Ponte, e recebeu cartão amarelo. Um minuto depois, chamado por Eduardo Baptista, técnico da Ponte, para ver a gravidade da lesão em seu jogador, Vinícius Furlan decidiu anular o amarelo e aplicar diretamente o vermelho.
 
Irritados com a expulsão, jogadores do São Paulo cercaram a arbitragem para reclamar, e Edgardo Bauza, técnico são-paulino, também invadiu o campo para reclamar e conter o ânimo de seus atletas, mas também acabou expulso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos