Romero sobra contra Guerrero, e Corinthians passeia com 4 a 0 no Flamengo

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

A vida do Corinthians mudou em 30 minutos neste domingo. Com grande contribuição de Romero, com dois gols e uma assistência, o time de Cristóvão Borges goleou o Flamengo por 4 a 0 em partida que se desenhava equilibrada em Itaquera. 

A vitória foi muito importante para quatro personagens em especial neste domingo: além de Romero, Cássio, Guilherme e Rildo foram importantes e na vitória por 4 a 0 contra o Flamengo e se redimiram de problemas que viveram recentemente.

Foi a terceira vitória consecutiva do time do técnico Cristóvão Borges, que mostra estar firme, de fato, na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro.

A vitória faz os corintianos seguirem na cola do Palmeiras, pois estão com os mesmos 25 pontos dos rivais, mas atrás por causa do saldo de gols. Já o Flamengo caiu para a sexta posição. O próximo jogo do Corinthians será contra a Chapecoense na Arena Condá. Já o time rubro-negro enfrentará o Atlético-MG em Brasília.

Guerrero joga bem, mas de novo é vaiado e sai com derrota

Friedemann Vogel/Getty Images

A partida deste domingo reafirmou o crescimento de Guerrero após a Copa América. O peruano participou de bons lances no ataque, principalmente uma assistência para linda conclusão de Willian Arão, defendida por Cássio. Mesmo assim, não escapou de muitas vaias e a segunda derrota em seu reencontro com o Corinthians.

Melhor: Romero arrebenta no segundo tempo e ofusca Guerrero

Friedemann Vogel/ Getty Images

O paraguaio fez o primeiro gol que mudou todo o panorama, deu assistência para o segundo e ainda marcou o quarto em contragolpe. Ele chegou a 13 gols na temporada.

Pior: Giovanni Augusto destoa negativamente em nova função

Destaque do primeiro semestre pelos lados do campo, o meia ex-Atlético-MG teve atuação ruim de novo pelo centro. Impreciso tecnicamente e com pouca disposição, errou lances e foi mais uma vez o primeiro substituído por Cristóvão.

Cássio faz defesas importantes e segura o Fla na Arena

Bastante parelha, a partida em São Paulo teve no goleiro corintiano um diferencial para o time da casa. No primeiro tempo, em especial, ele teve sequência de intervenções importantes em um dia crucial também para ele. Com Walter recuperado, Cristóvão optou por manter Cássio na equipe.

Atuação do Corinthians: equipe deslancha após primeiro gol e passeia

Friedemann Vogel/ Getty Images

O jogo em Itaquera foi equilibrado durante uma hora. Cássio, em muitos momentos, precisou trabalhar para conter Cirino, Arão e Guerrero. Fagner, normalmente a arma ofensiva, ficou preso à defesa. Mas o Corinthians criava bastante com Marquinhos Gabriel, que exigiu grande defesa de Alex Muralha. A partir do gol de Romero aos 14min do segundo tempo, virou passeio com gol de Guilherme, em lindo lance do mesmo Romero, depois com Rildo, de voleio, e de novo com Romero, em velocidade.

Atuação do Flamengo: time se perde em campo após quase abrir o marcador

Bem organizado e consistente nas últimas rodadas, o Flamengo levou a mesma proposta para o jogo em Itaquera. Criou muitas oportunidades com triangulações de seus homens de frente, que também tiveram a companhia de Willian Arão nas ações ofensivas. Mas, após sofrer o primeiro gol da partida em bola aérea, o Flamengo errou demais. A saída de bola do time de Zé Ricardo ficou frágil para a pressão dos meias e atacantes do Corinthians. Espaços apareceram em demasia e foram aproveitados. Em especial, por Romero. 

Cristóvão mexe bem e transforma vitória em goleada

O treinador corintiano manteve o mesmo time das últimas duas vitórias, com Cássio e Pedro Henrique, e foi possível notar um padrão de jogo em Itaquera. A principal ação de Cristóvão, porém, foi durante a partida. As entradas de Guilherme e Rildo, autores do segundo e do terceiro gols, deram mais velocidade e precisão ao setor ofensivo. Curiosamente, há um ano, Cristóvão perdeu por 3 a 0 para o Corinthians de Tite. Ele dirigia o Flamengo. 

Zé Ricardo é expulso de campo

O juiz da partida, Heber Roberto Lopes, tinha se envolvido em uma grande polêmica na final da Copa América Centenário, voltou ao Campeonato Brasileiro neste domingo e já teve confusão de novo. Ele expulsou o técnico Zé Ricardo ainda no primeiro tempo por causa de reclamações. Jayme de Almeida ficou no comando até o fim da partida. A equipe do treinador flamenguista se perdeu durante a etapa final e, distante, ele não conseguiu contribuir.

Ederson: "podia ter quebrado minha perna"

Depois do fim do primeiro tempo, o meia Ederson saiu revoltado com o juiz por causa de uma entrada dura de Fágner: "ele me deu uma 'tesoura', uma jogada perigosa, podia ter quebrado minha perna. E na primeira falta que fiz ele me deu amarelo", criticou, em entrevista à Rede Globo.

CORINTHIANS 4 x 0 FLAMENGO

Local: Arena Corinthians
Data: 03/07/2016 (domingo)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Nadine Camara Bastos (Fifa-SC)
Cartões amarelos: Ederson, Márcio Araújo, Guerrero (FLA), Guilherme, Pedro Henrique (COR)
Gols: Romero, aos 14min do 2º tempo; Guilherme, aos 32min do 2º tempo; Rildo, aos 34min do 2º tempo; Romero, aos 43min do 2º tempo.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique e Rodriguinho; Marquinhos Gabriel (Maycon), Giovanni Augusto (Rildo) e Romero; Luciano (Guilherme). Técnico: Cristóvão Borges.

FLAMENGO
Alex Muralha, Rodinei (Pará), Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Ederson (Everton); Marcelo Cirino (Thiago Santos) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos