Fred é expulso e Atlético-MG tem série de vitórias interrompida com empate

Do UOL, em Belo Horizonte

Um adversário que poderia terminar a rodada dentro da zona de rebaixamento e com seis desfalques, entre eles o artilheiro da equipe. Estádio vazio, sem pressão da torcida rival. O ambiente era propício para o Atlético-MG bater o Figueirense e emplacar a quinta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. Mas a equipe mineira retorna de Florianópolis com apenas um ponto a mais na classificação, após o empate em 1 a 1.

Em termos de classificação, não ser derrotado como visitante acabou como um bom resultado, ainda mais após a expulsão de Fred, aos 12 minutos do segundo tempo. Mas o Atlético deixa o Orlando Scarpelli com a sensação que poderia ter feito mais.

Erazo faz outra boa partida e segue invicto no Brasileirão

O duelo contra o Figueirense foi o sexto jogo de Erazo neste Campeonato Brasileiro. E mais uma vez o zagueiro equatoriano esteve muito bem. Firme nas disputas com os atacantes e com boa qualidade na saída de jogo. O detalhe é que Erazo ainda não foi derrotado neste Brasileirão. Nas seis rodadas em que contou com o seu camisa 4, o Atlético somou 14 pontos, com quatro vitórias e dois empates.

Herói no primeiro tempo, Fred vira vilão no segundo

Primeira chance de finalizar e gol do Fred. O atacante mostrou seu faro de artilheiro logo aos sete minutos, quando abriu o placar para o Atlético. Voltando para ajudar na marcação, a ponto de tirar bola da área com chutão. Porém o bom primeiro tempo se tornou uma atuação desastrosa no segundo tempo. O camisa 99 foi expulso, após o árbitro Rafael Traci (PR) entender que o atleticano deu uma cotovelada em Elicarlos. O lance aconteceu aos 12 minutos e comprometeu o restante da partida do Atlético.

Clayton volta ao Orlando Scarpelli sem o mesmo brilho

Destaque do Figueirense que escapou do rebaixamento, o atacante Clayton chegou ao Atlético em fevereiro, com status de grande revelação do Campeonato Brasileiro. Porém o jogador de 20 anos ainda não conseguiu render o esperado com a camisa do Atlético. Se na última edição do Brasileirão foram sete gols em 29 partidas, Clayton segue sem marcar gols pelo Atlético nesta competição. Pouco fez no reencontro com o Figueirense e foi substituído aos 10 minutos do segundo tempo.

De Clayton, Robinho e Fred para Patric e Carlos

O Atlético começou o jogo com o trio de frente formado por Clayton, Robinho e Fred. O mesmo que Marcelo Oliveira vem repetindo há algumas rodadas. Apesar da vitória parcial no primeiro tempo, por 1 a 0, com gol de Fred, o Atlético pouco incomodou o goleiro Gatito Fernández. No intervalo saiu Robinho e depois foi a vez de Clayton, para as entradas de Patric e Carlos, respectivamente. Com a expulsão de Fred, o Atlético terminou a partida com Patric e Carlos no ataque e não conseguiu fazer o segundo gol, para manter a série de vitórias.

Vinícius Eutrópio segura o emprego com resultado

O técnico do Figueirense estava bastante pressionado antes do confronto com o Atlético. Um resultado negativo poderia ser o fim do trabalho do treinador no Orlando Scarpelli. Após a goleada para o Palmeiras, na rodada anterior, Eutrópio questionou a qualidade do elenco e adotou discurso diferente do praticado pela diretoria. Na opinião do treinador, a briga do Figueirense não vai além da permanência na Série A, enquanto dos diretores acreditam ser possível brigar por algo mais, como vaga numa competição continental. O empate contra um forte concorrente foi um alento para a sequência de Vinícius Eutrópio

Atlético-MG mostra descontrole diante de um rival frágil

Embora o Figueirense siga invicto como mandante, a equipe de Florianópolis fez um primeiro tempo muito ruim diante do Atlético. Sofreu um gol nos primeiros minutos e deu muito espaço para o contra-ataque mineiro. No entanto, o Atlético errou demais tecnicamente e perdeu boas chances de ampliar a vantagem. No segundo tempo, após o empate, o Atlético apresentou um descontrole incompatível para uma equipe tão experiente. Fred foi expulso aos 12 e aos 30 três atleticanos foram amarelados no mesmo lance.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Data: 03/07/2016 (domingo)
Horário: 19h (de Brasília)
Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) Luciano Roggenbaum (PR)
Cartões amarelos: Werley e Jocienei (FIG); Leonardo Silva, Júnior Urso, Erazo e Eduardo (CAM)
Cartão vermelho: Yago (FIG); Fred (CAM)
Gols: Fred aos 7 min do primeiro tempo; Ermel aos 6 min do segundo tempo

FIGUEIRENSE
Gatito Fernández, Ayrton, Werley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso (Pará, aos 40 do 2º); Elicarlos, Jocinei (Matheus, aos 24 do 2º), Yago, Bady e Everton Santos (Guilherme Queirzo, aos 23 do 2º) e Ermel.
Treinador: Vinícius Eutrópio.

ATLÉTICO-MG
Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Júnior Urso, Eduardo e Cazares (Hyuri, aos 37 do 2º); Clayton (Carlos, aos 10 do 2º), Robinho (Patric, no intervalo) e Fred.
Treinador: Marcelo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos