Pato volta ao Corinthians e está à disposição do técnico Cristóvão Borges

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Após um empréstimo de seis meses ao Chelsea-ING, Alexandre Pato se reapresentou ao Corinthians nesta terça-feira, em São Paulo.

O clube confirmou a permanência do atacante por meio da assessoria de imprensa. Ele está reintegrado ao elenco e poderá ser utilizado pelo técnico Cristóvão Borges quando estiver fisicamente pronto.

Conforme estava acordado entre clube e ele, Pato chegou ao CT Joaquim Grava no início da tarde e se reuniu com o gerente de futebol Alessandro, com o diretor de futebol Eduardo Ferreira e com o treinador Cristóvão Borges. Após a conversa, eles decidiram pela reintegração de Pato. 

Pato fez trabalhos de musculação e esteira, mas na sequência também foi a campo para correr em volta do gramado. No trajeto, cumprimentou o goleiro Cássio. O período de inatividade de cerca de 40 dias deve fazer com que Pato demore um período maior para entrar em forma e ficar à disposição de Cristóvão. 

Parte do elenco aprova o retorno. Entrevistados da tarde desta terça-feira, Pedro Henrique e Rildo saíram em defesa do jogador e esperam a reintegração da estrela para o grupo de jogadores.

"Ele é um excelente jogador e amigo, cumprimentei ele quando o vi. Ele está trabalhando. Se for compor o elenco, fará uma grande diferença. É um grande atacante e amigo", disse Pedro Henrique, revelação e agora titular do Corinthians.

"Cheguei meio em cima do horário e nem nos falamos, mas o Pato é um excelente jogador. Se ficar, ele vai agregar e muito! Pato dispensa comentários. Se o professor Cristóvão contar com ele, acredito que nos ajudará", acrescentou Rildo.

"Todo mundo merece uma segunda chance. Se o Pato tiver, ele vai agarrar essa chance e ajudar muito o Corinthians", completou o atacante, autor do terceiro gol da goleada do último domingo sobre o Flamengo (4 a 0).

Nas temporadas de 2013 e 2014, Pato defendeu o Corinthians por 62 jogos e fez 17 gols antes de ser emprestado para o São Paulo e em seguida para o Chelsea-ING. Ele custou cerca de R$ 40 milhões ao clube. O clube trata ele como o atacante que faltava para dar maior força ao elenco no Brasileirão. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos