Copete peitou Nacional para ir ao Santos. E abriu mão de mais de R$ 700 mil

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Ivan Storti/Santos FC

    Copete marcou dois gols em dois jogos pelo Santos. Ele ainda não foi titular do time

    Copete marcou dois gols em dois jogos pelo Santos. Ele ainda não foi titular do time

O atacante Jonathan Copete está em alta no Santos e já caiu nas graças da torcida em apenas dois jogos. O colombiano, aliás, já agradou a torcida antes de chegar ao clube. Isso porque ele preferiu se transferir para a equipe santista mesmo com o Atlético Nacional, da Colômbia, classificado para a semifinal da Copa Libertadores da América.

Além disso, o UOL Esporte apurou que, para atuar no Santos, Copete peitou a diretoria do clube colombiano. O representante enviado pela diretoria santista já havia até desistido do negócio, quando estava no aeroporto e recebeu uma mensagem avisando que o atleta havia conseguido a sua liberação.

Apesar de trocar farpas com o presidente do time de Medellín, Copete abriu mão de dinheiro para jogar no Santos. O clube paulista pagou US$ 1,5 milhão (R$ 4,9 milhões) pela liberação de Copete. Deste montante, o colombiano tinha direito a 15%, US$ 225 mil (R$ 734 mil), mas foi obrigado a deixar de ganhar a quantia para conseguir a sua liberação.

Copete apostou tudo na visibilidade ao trocar o Atlético Nacional pelo Santos. Além de abrir mão de dinheiro, o atleta sequer dobrou o seu salário na carreira. O atacante ganhava US$ 30 mil (R$ 97 mil) por mês na Colômbia e recebe pouco mais na Vila Belmiro – R$ 120 mil mensais de salário.  

Copete caiu nas graças da torcida em dois jogos e já ameaça a titularidade do meia Vitor Bueno. Mesmo iniciando no banco de reservas, ele entrou e marcou gols nas duas partidas – contra Grêmio e Chapecoense, além de duas assistências para os gols de Rodrigão e Yuri diante do time de Santa Catarina.

"Espero poder morar aqui por muito tempo e dar alegrias para esta equipe. Os gramados são fabulosos. Isso me chamou atenção. Aqui, o futebol é muito intenso, de uma maneira muito particular. Sempre todos estão atacando. Estou aqui fazendo o meu melhor. Estou contente pelo meu começo. Esperamos ter uma regularidade no torneio", afirmou Copete.

Copete, agora, terá uma semana inteira para provar para o técnico Dorival Júnior que pode ser titular do Santos no clássico contra o Palmeiras, na próxima terça-feira, às 20h30 (de Brasília), no Allianz Parque, válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos