Reforço se espelha em Suárez para resolver o problema de gols no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro

    "Não há ciência nisso. Tenho é que fazer gols". Ábila já chegou a chamou a responsabilidade

    "Não há ciência nisso. Tenho é que fazer gols". Ábila já chegou a chamou a responsabilidade

Não é de hoje que a torcida do Cruzeiro pede um centroavante que vire a referência de gols do time em campo. Até aqui na temporada, Rafael Silva (já emprestado para o Figueirense), Riascos, Willian e Douglas Coutinho foram utilizados no setor, mas nenhum conseguiu se firmar na posição. Então, a saída da diretoria foi ir às compras e trazer Ramón Ábila. Com fama de artilheiro, o ex-jogador do Huracán chega ao clube para comprovar seus bons números e acabar de vez com os problemas ofensivos. Para isso, nada melhor que se espelhar em Luis Suárez, do Barcelona.

"Eu me inspiro em vários camisas 9 do futebol mundial. Mas gosto muito do jeito de jogar do Luis Suárez e de outros jogadores que finalizam muito bem dentro da área. Mas se tiver que escolher, acho que o melhor é o Suárez", comentou Ábila, em sua apresentação oficial.

Apesar de não contar com a elevada média de 1,14 gols por jogo que Suárez alcançou no último Campeonato Espanhol, Ábila conta com números a favor e que desbancam os homens de frente do Cruzeiro. Na última edição do Campeonato Argentino, balançou as redes por 16 vezes em 24 compromissos pelo Huracán. Para se ter uma ideia, Riascos e Douglas Coutinho foram às redes somente uma vez neste Brasileirão, enquanto Willian marcou em duas ocasiões. No ano passado, o atual camisa 9 foi o artilheiro celeste no torneio, marcando onze gols em 30 jogos.

"Gosto de definir a jogada dentro da área. É só a equipe preparar as jogadas para eu fazer gols. Tenho que estar preparado para isso. Não há muita ciência nisso. Tenho é que fazer gols", disse, assumindo a responsabilidade de colocar a bola nas redes e confirmando estar na melhor fase da carreira.

"Estou numa equipe que me dá tranquilidade, e a comissão me dá confiança. Creio que estou no melhor momento e espero fazer aqui o que fiz no Huracán", acrescentou Ábila.

Assinado o contrato, os próximos passos de Ábila serão a regularização no BID da CBF, aprimorar a parte física e adaptar-se ao futebol local. Assim como Rafael Sóbis e Edimar, outros recentemente contratados, o argentino estava em período de férias e ainda precisará de alguns dias para ficar totalmente à disposição de Paulo Bento.

"Todo mundo já está falando comigo. O Pisano vem conversando muito comigo, facilitando o diálogo. Espero estar 100%. Estou me sentindo melhor, com muita gana. Falta mais treinamento porque voltei agora de férias. Mas esperamos ir bem nesse semestre e fazer tudo da melhor maneira", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos