Atlético-MG traça primeira 'mini meta' por título: 14 pontos em 6 jogos

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Jogadores do Atlético-MG querem conquistar pelo menos 14 dos próximos 18 pontos em disputa

    Jogadores do Atlético-MG querem conquistar pelo menos 14 dos próximos 18 pontos em disputa

Com 20 pontos e na 9ª colocação, o Atlético-MG tem uma chance real de fechar a rodada 14 do Campeonato Brasileiro dentro do G4, algo que aconteceu somente uma vez nesta edição, logo na primeira rodada. A equipe mineira tem um confronto direto com o Flamengo e precisa vencer, além de torcer por tropeços de quatro adversários, sendo que três atuam como visitante.

Mesmo que ocorra a combinação necessária e o Atlético termine a rodada entre os quatro primeiros colocados, os jogadores vão classificar o feito como apenas mais um passo dado em busca do título nacional. Terminar o Brasileirão dentro do G4 não é o único objetivo alvinegro. Na Cidade do Galo se fala em luta pelo título. Portanto, a conquista de uma vaga na Copa Libertadores seria uma consequência do objetivo atleticano.

"Tem muito chão pela frente. A gente só fala em Libertadores quando não temos condições de brigar pelo título mais. O objetivo é melhorar os números. A equipe está em evolução, vem ganhando corpo, entrosamento com essa sequência. A distância é pequena para os times da frente. É procurar melhorar o retrospecto, principalmente fora de casa, para brigar pelo título", comentou o goleiro Victor.

A diferença para o líder Palmeiras é de oito pontos. Já chegou a ser 12, quando o Internacional estava na liderança, na pior fase do Atlético no Brasileirão. Restando seis rodadas para o término do turno e ainda com o confronto direto com a equipe paulista, o Atlético tem uma nova "mini meta" na competição: fazer 14 pontos em 18 possíveis.

"Temos seis jogos ainda no turno, 18 pontos em disputa. Penso que se conseguirmos somar 14, vamos conseguir brigar pelo título. Essa pontuação nos deixa com condições de brigar pelo título, que é nosso objetivo", informou Victor, que foi duas vezes vice-campeão brasileiro desde que chegou ao Atlético, em 2012.

Na última vez que traçou uma min meta dentro do Campeonato Brasileiro, entre as rodadas 9 e 12, o Atlético foi muito bem-sucedido. Com uma sequência de jogos em Belo Horizonte, diante de Ponte Preta, Corinthians, América (esse como visitante) e Botafogo, a meta era somar 12 pontos e voltar à briga pelas primeiras colocações. O Atlético venceu as quatro e se colocou próximo ao G4.

Mas tirar uma diferença de oito pontos não vai ser nada fácil. Porém, com a experiência que de quem já disputou o título três vezes, duas pelo Atlético e uma pelo Grêmio, Victor alerta que muita coisa vai acontecer até a rodada 38, como o crescimento de algumas equipes e uma oscilação do Palmeiras.

"Por tudo que o Palmeiras vem fazendo, por estar na liderança, é o favorito. Mas tem apenas dois terços de competição e não podemos achar que apenas o Palmeiras vai brigar pelo título. Tem quatro ou cinco equipes que podem crescer. O Palmeiras joga o melhor futebol, mas pode oscilar. O campeonato é o de regularidade e podemos crescer", completou o goleiro atleticano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos