Levir reprova atuação do Fluminense na Bahia: "Abaixo da média"

Do UOL, em São Paulo

Levir Culpi não gostou do que viu no gramado do Barradão na noite deste domingo. O treinador considerou o jogo "muito físico" e evitou comparações entre o duelo contra o Vitória com o empate diante do Ypiranga-RS, pela Copa do Brasil, no meio da semana. O comandante tricolor admite que o Fluminense está devendo nos últimos jogos. 

"Não existe comparação com o jogo de quarta. Dois campeonatos diferentes, duas situações diferentes. Há muito tempo não tínhamos um comportamento como no último jogo. Hoje voltou ao normal, mas nosso normal ainda está abaixo da média", analisou. 
 
O treinador reclamou de um pênalti não marcado pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza em uma dividida entre Samuel e Kanu, no segundo tempo, mas admite que o resultado poderia ter sido pior. 
 
 
"Mais uma vez tivemos uma penalidade não marcada. É muito ruim um empate nos pontos ocorridos, mas perder é muito pior", disse. 
 
"Se o juiz marca o pênalti, poderíamos ter vencido. Se um jogador do Vitória tivesse acertado um dos chutes, Diego fez grandes defesas, poderíamos ter perdido. É normal, ruim, mas normal. Ninguém sabe explicar exatamente o motivo", acrescentou. 
 
O empate no Barradão deixou o Fluminense na 11ª colocação, com 18 pontos. No próximo domingo, às 16h,  a equipe tricolor enfrenta o Cruzeiro em Edson Passos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos