Atlético-MG recusa oferta milionária da China por Pratto

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • AFP PHOTO / DOUGLAS MAGNO

    Lucas Pratto celebra um de seus gols com a camisa do Atlético-MG

    Lucas Pratto celebra um de seus gols com a camisa do Atlético-MG

O Atlético-MG recusou a primeira proposta do Chongqing Lifan, da China, por Lucas Pratto. O clube asiático pretendia desembolsar 7,5 milhões de euros (R$ 27 milhões na cotação atual) para tirá-lo da Cidade do Galo. Contudo, segundo o presidente Daniel Nepomuceno, que não confirmou as cifras, a oferta foi aquém do esperado.

O dirigente adota cautela ao falar sobre a permanência do atleta em Belo Horizonte, mas garante que se dedicará para mantê-lo na equipe até o término da atual temporada.

"A proposta que chegou está longe do que o clube merece e do que o jogador pretende para sair. Está muito longe do que pretendemos, do que os empresários e o jogador querem. Como a janela fecha domingo, a qualquer momento pode chegar. A gente vai fazer de tudo para ele jogar essa temporada, sempre dando prioridade para ele cumprir contrato de dois anos", comentou.

Comprado em dezembro de 2014, Lucas Pratto custou cerca de R$ 13,5 milhões aos cofres alvinegros. Embora não se manifeste sobre os valores, o clube mineiro desejaria receber algo entre 10 e 12 milhões de euros (entre R$ 37 milhões e R$ 43 milhões).

A recusa do Atlético faz com que os chineses tenham até sexta-feira (15), data limite para transações internacionais no futebol chinês, para enviar uma nova oferta à Cidade do Galo. Caso não atenda os desejos do clube mineiro, o argentino só poderá se transferir para outros centros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos