Olimpíada e imprevistos fazem Santos renovar com atleta 'quase dispensado'

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Valencia não teria contrato renovado, mas Santos mudou os planos por 3 motivos

    Valencia não teria contrato renovado, mas Santos mudou os planos por 3 motivos

O volante Valencia, que jogou apenas poucos minutos de um único jogo neste Campeonato Brasileiro, teve seu contrato renovado com o Santos até o fim desta temporada. O contrato do colombiano vencia no próximo dia 18, mas obtinha uma cláusula de renovação automática até dezembro.

Valencia seria dispensado. Tudo estava certo. Mas diretoria santista e comissão técnica mudaram de ideia pelos seguintes motivos: a convocação de Thiago Maia para a seleção brasileira que disputa os Jogos Olímpicos, a cirurgia de Alison no joelho e a saída de Leandrinho, negociado com o Rio Ave, de Portugal.

Com tudo isso, Dorival Júnior ficou apenas com Renato de volante titular, e Yuri, como opção certa para o lugar de Thiago Maia. No entanto, entre os reservas, o treinador não ficaria com nenhum primeiro volante, já que Fernando Medeiros, a única opção no banco, atua como segundo volante, pois possui características mais ofensivas.

A renovação de contrato do volante Valencia no início deste ano já causou polêmica no Santos. A permanência do colombiano não foi unanimidade no clube, já que o atleta passou grande parte da temporada no departamento médico.

O volante sofreu uma grave lesão ligamentar no joelho defendendo a seleção colombiana na Copa América do ano passado.

Em 2015, por exemplo, Valencia disputou apenas dois jogos pelo Campeonato Brasileiro e quatro na Copa do Brasil. A maior participação do colombiano ocorreu no Campeonato Paulista, quando atuou em 10 partidas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos