Provável substituto de Ganso, Cueva deve ter 1º teste contra Corinthians

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

O peruano Christian Cueva deverá jogar no próximo domingo (17), contra o Corinthians, pela primeira vez com a responsabilidade de ser o substituto de Paulo Henrique Ganso. Com três partidas pelo São Paulo desde que foi contratado, ele agora deve assumir o posto do camisa 10, que tem negociação encaminhada para o Sevilla, da Espanha.

Cueva foi escalado como segundo atacante pelo técnico Edgardo Bauza nas três partidas que fez até aqui. Em todas, porém, atuou como solução provisória – e em duas delas jogou com o time reserva, enquanto os titulares foram poupados para a Copa Libertadores – enquanto Ganso não era utilizado. Agora, carregará a responsabilidade de ser o substituto do camisa 10, maior assistente e vice-artilheiro do time na temporada, com sete passes e sete gols.

Mesmo sem ainda estar vendido, Ganso não poderá atuar contra o Corinthians porque ainda se recupera do estiramento no músculo posterior da coxa direita. O mesmo vale para Kelvin, que assim como o camisa 10, nem viajou a Medellín para o jogo decisivo pela semifinal da Libertadores, contra o Atlético Nacional. Assim, a presença de Cueva no time titular é ainda mais certa.

A negociação de Ganso deve ser concluída nos próximos dias, segundo já admitiu a própria diretoria do São Paulo, mas neste momento se arrasta com a discordância de valores entre o clube e o Grupo DIS, como publicou o Blog do Perrone. O São Paulo detém 32% dos direitos econômicos do meia, enquanto o grupo de investimento é dono de 68%. O clube, porém, quer 5,5 milhões de euros dos 9,45 milhões de euros (R$ 34 milhões) ofertados pelo Sevilla na última proposta, valor que corresponde a parcela maior do que a divisão natural.

Na seleção peruana, Cueva disputou a Copa América na mesma posição em que agora deverá jogar como titular pelo São Paulo. Atuou como segundo atacante, pelo centro, entre os dois pontas e atrás do centroavante, e deu trabalho para o Brasil na partida que selou a eliminação e, posteriormente, a demissão do técnico Dunga.

Para o jogo contra o Corinthians, Bauza ainda comandará o elenco em dois treinos, nesta sexta-feira e no sábado, até a visita a Itaquera no domingo. A zaga deverá contar com a volta de Maicon, que cumpriu suspensão na quarta-feira por expulsão contra o Atlético Nacional no primeiro jogo da semifinal, no lugar de Lugano – Rodrigo Caio fará o último jogo antes de se apresentar à seleção brasileira que disputará a Olimpíada.

No ataque, será o primeiro jogo do São Paulo depois da saída de Jonathan Calleri. O atacante argentino, artilheiro da Copa Libertadores e do time na temporada, despediu-se na quinta-feira dos companheiros e da comissão técnica. Apesar de ter contrato até o dia 31 de julho, ele foi liberado de forma antecipada para se apresentar à seleção argentina que disputará a Olimpíada, e que começou a treinar na última segunda-feira.

De olho no mercado em busca de reforços para suprir a saída dos dois principais jogadores do primeiro semestre, o São Paulo tem encaminhada a chegada do atacante Gilberto, 27, ex-Vasco, Internacional e Santa Cruz, que estava jogando pelo Chicago Fire, nos Estados Unidos. O atleta já realizou exames médicos, assinará contrato até o fim de 2017 e deve assinar com o clube nos próximos dias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos