Árbitro usa "deboche" para explicar punição a Cueva e relata copo atirado

Do UOL, em São Paulo

O árbitro Péricles Bassols relatou na súmula do jogo entre Corinthians e São Paulo, neste domingo (17), em Itaquera, que um torcedor alvinegro atirou um copo no gramado durante a comemoração de Cueva, no gol que abriu o placar no empate por 1 a 1, pela 15ª rodada do Brasileirão.

O juiz, no entanto, fez questão de destacar que o objeto atirado não atingiu nenhum atleta. "Durante a comemoração do gol do São Paulo, foram lançados objetos (um copo plástico que caiu nos arredores do campo e um artefato plástico preto pequeno, que caiu dentro do campo) em direção ao jogador que comemorava o gol fazendo gestos, conforme relato das advertências. Cabe ressaltar que tais objetos não atingiram nenhuma pessoa", afirmou o árbitro no documento disponibilizado no site da CBF.

Ainda é cedo para falar em punição ao time paulista. Para que algo aconteça, o Corinthians precisará ser denunciado no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). As penas variam de multa leve e perda de mando de campo. 

Os objetos foram atirados no gramado enquanto Cueva comemorava o gol perto da torcida corintiana. Por causa disso, inclusive, Bassols aplicou o amarelo no atacante peruano e justificou na súmula dizendo que o atleta debochou dos corintianos.

"Fazer gestos provocadores, debochados ou exaltados - Durante a comemoração do gol, o jogador se aproximou da torcida adversária fazendo gestos provocativos. Ato contínuo. A torcida que se encontrava na região lançou objetos em campo", completou. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos