Cueva releva amarelo em comemoração e celebra: "Gol me enche de confiança"

Guilherme Palenzuela e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

O peruano Christian Cueva, autor do gol e destaque do São Paulo no empate por 1 a 1 contra o Corinthians, neste domingo, falou após a partida sobre o cartão amarelo que recebeu pela comemoração e também sobre o próprio desempenho. Apesar de o técnico Edgardo Bauza já ter afirmado que o árbitro Péricles Bassols errou e que o São Paulo tentará anular o amarelo, Cueva relevou.

"Não sou muito de falar dessas coisas. Me deu o cartão, já foi, já não posso pensar se foi justo ou não. Me resta seguir trabalhando, tenho que me acostumar a essas coisas", disse o peruano, advertido por supostamente ter provocado a torcida corintiana.

Cueva atuou na vaga de Paulo Henrique Ganso, vendido ao Sevilla. Apesar de não ser um meia armador, jogou no espaço antes ocupado pelo camisa 10, mas como segundo atacante. Se não falou sobre arbitragem, se disse cheio de confiança pelo gol marcado em cobrança de pênalti que ele mesmo sofreu após boa jogada - o primeiro dele pelo São Paulo, em quatro jogos.

"Isso sempre passou por mim, personalidade de querer mais, de poder ajudar o time, de ajudar. O gol saiu e isso me enche de confiança. Podíamos ter ganhado o jogo", disse. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos