Descontente, Paulo Bento evita falar sobre Riascos: "não seria agradável"

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Minutos depois de ouvir o diretor Thiago Scuro fechar as portas do Cruzeiro para Riascos, foi a vez do técnico Paulo Bento conceder sua entrevista coletiva. O assunto, porém, não foi o atacante colombiano, como era esperado. Quando questionado sobre o assunto, o português mostrou claramente estar descontente, mas evitou responder o que estava sentindo e deixou o assunto para a diretoria do clube.

"Não vou manifestar meu sentimento, não seria agradável. Se eu demonstrasse agora meu sentimento, não seria agradável. Para não ser, prefiro não fazer nada. Me ensinaram que quando não posso dizer o que sinto, não digo o que sinto. Prefiro ficar calado e deixar que o clube resolva a situação internamente", falou o treinador.

Na saída do estádio, Riascos deixou Edson Passos calado e sem dar entrevistas. O goleiro Fábio também foi perguntado sobre o assunto, mas evitou dizer muitas palavras sobre o agora ex-companheiro.

"Se não foi correto da parte dele essa atitude... de quem representa uma nação de torcedores, que acredita no nosso trabalho e torce o tempo todo para que a gente alcance as vitórias. É para eles que a gente corre, eles que fazem a história do Cruzeiro ser grandiosa. Isso reflete nos jogadores em campo. Ficamos tristes por essa situação", falou o camisa 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos