Figueirense e Chapecoense empatam e aumentam jejuns de vitórias

Do UOL, em São Paulo

Figueirense e Chapecoense tinham uma ótima oportunidade para espantar a má fase neste domingo. Bastava vencer o clássico no Orlando Scarpelli para começar uma recuperação no Campeonato Brasileiro. Mas nenhum dos clubes conseguiu o feito, pois a partida terminou a 1 a 1 e agora eles seguem sem vencer. O Figueirense vive um jejum de seis jogos. Já a Chapecoense acumulou a terceira partida sem vitória.

O primeiro tempo do jogo foi equilibrado, mas por causa dos erros e da preocupação defensiva das equipes. A primeira chance de gol só aconteceu aos 21min, quando Rafael Moura quase marcou de cabeça. E foi o próprio Rafael que fez o gol aos 45min, em cobrança de pênalti. Depois do vestiário, o jogo continuou morno, mas a Chapecoense conseguiu aos 25min, quando Lucas Gomes fez boa jogada pela direita e tocou para o canhoto Dener empatar com um toque de direita. O empate animou a partida, a Chapecoense dominou o jogo, o Figueirense acertou uma bola na trave, mas ninguém fez gol.

É claro que o resultado foi péssimo para as duas equipes. O Figueirense alcançou os 16 pontos e ainda pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. Já a Chapecoense está com 19 e está em 13ª.

Eduardo Valente/Framephoto/Estadão Conteúdo
Gil e Rafael Silva disputam lance no Orlando Scarpelli

Quem foi bem: Lucas Gomes 

Atacante da Chapecoense entrou no lugar de Arthur Maia logo no começo da partida e mostrou que não pode virar reserva na equipe. Mudou o jogo, mostrou velocidade no ataque e deu assistência para o gol da Chapecoense.

Quem foi mal: Bady

O meia do Figueirense costuma ser regular, mas neste domingo errou demais na criação de jogadas e saiu substituído por Dodô aos 20min do 2º tempo.

Caio Júnior x Argel Fucks

O clássico teve um duelo de técnicos recém-contratados, com menos de um mês nos cargos. O que ficou claro é que ambos terão muito trabalho para que seus times se recuperem, pois no momento eles não têm padrão de jogo e erram demais.

Dois pênaltis

Aos 42min do 1º tempo, o Figueirense reclamou muito com a arbitragem por causa de um pênalti não marcado em Rafael Moura. Menos de dois minutos, o juiz marcou penalidade máxima porque Filipe Machado tocou com a mão na bola. Rafael Moura cobrou com sucesso,

Argel invicto

O técnico do Figueirense nunca perdeu para Chapecoense em sete jogos. Em 2015, ele chegou fazer a promessa de abandonar o futebol caso perdesse algum dia para o atual presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro.

FIGUEIRENSE x CHAPECOENSE

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Data: 17/07/2016
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse (Ambos de SP)
Cartões amarelos: Gil (CHA), Ananias (CHA), Filipe Machado (CHA), Marquinhos Pedroso (FIG), Kempes (CHA)
Gols: Rafael Moura, aos 45min do 1º tempo; Denner, aos 25min do 2º tempo

FIGUEIRENSE
Gatito Fernández; Ayrton (Jefferson), Bruno Alves, Werley e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei (Ermel), Yago e Bady (Dodô); Rafael Moura e Rafael Silva
Técnico: Argel Fucks

CHAPECOENSE
Marcelo Boeck; Gil (Martinuccio), Demerson, Filipe Machado e Dener; Sérgio Manoel, Josimar e Cleber Santana (Gimenez); Arthur Maia (Lucas Gomes), Kempes e Ananias
Técnico: Caio Jr.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos