Palmeiras estraga reestreia de Falcão no Inter e abre distância no topo

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Palmeiras fez Paulo Roberto Falcão voltar ao Internacional com derrota. Neste domingo (17), no estádio Beira-Rio, o time treinado por Cuca venceu o Colorado por 1 a 0. Além do gol de Erik, no primeiro tempo, o líder do Campeonato Brasileiro conseguiu jogar melhor durante quase todo o confronto válido pela 15ª rodada.

A vitória justa em Porto Alegre garante a liderança ao alviverde. Com 32 pontos, o Palmeiras elimina qualquer chance de ser igualado pelo Grêmio, que visita o Sport.

Já para o Internacional, o placar é pesado. Com ele, o time chega a sete partidas sem vitória. Três derrotas consecutivas dentro de casa. Segue estacionado nos 20 pontos.

Na próxima rodada, o Inter visita a Ponte Preta. Já o Palmeiras recebe o Atlético-MG. Os dois jogos no domingo, às 11h (Brasília).

Gabriel Jesus faz de tudo. Menos o gol

Gabriel Jesus se despediu do Palmeiras, antes de se apresentar à seleção olímpica, em grande estilo. O camisa 33 finalizou por cobertura e quase fez um golaço. Deu assistência, drible curto, drible de corpo.

Marcelo Lomba debuta sem salvar

O goleiro veio do Bahia com a missão de dar segurança ao Inter, na ausência de Danilo Fernandes – ainda se recuperando de lesão. Com 10 minutos, Lomba foi vazado por Erik. Antes do intervalo, fez duas boas intervenções. Mas não evitou que a média recente de gols sofridos se confirmasse.

William sente a mudança

Peça-chave no time montado por Argel Fucks, o camisa dois foi quem mais sentiu a troca na proposta de jogo. No primeiro tempo, ficou preso à defesa e deixou de fazer o que melhor conseguiu apresentar no ano: apoiar. Para piorar, falhou na jogada do gol do Palmeiras.

Inter vira o fio na luta contra os chutões

O Inter começou o jogo com um verdadeiro choque de ideias. O radicalismo contra os chutões, usados sob o comando de Argel, foi um tiro pela culatra e o time ficou sem profundidade. Quase que engessado ao 4-4-2. Resultado? Apenas uma finalização, e errada, em todo o primeiro tempo. Falhas em série de posicionamento na defesa e várias chances concedidas. Depois do intervalo o volume aumentou, mas a pontaria seguiu ruim. Valdívia deu improviso e intensidade no último terço, mas insuficientes para compensar tantos problemas.

Palmeiras mostra repertório para dominar sempre

Marcação pressão no começo, dinâmica para girar os homens de frente e bolas longas contra a defesa do Inter. O Palmeiras mostrou um rico repertório para não só vencer, mas jogar melhor que o Colorado na maior parte do tempo. Quando os donos da casa se fecharam, o líder recuou e chamou o adversário para abrir espaços.

Falcão tenta quase tudo para salvar estreia

Paulo Roberto Falcão mudou o esquema e a proposta do Inter com e sem a bola. Só que a ideia não se confirmou na prática. Ainda no primeiro tempo, o treinador orientou Ferrareis e mudar de função – deixando de ser extrema e buscando o jogo por dentro. Na etapa final, com Valdívia no lugar de Andrigo, o Colorado conseguiu ter mais volume. Com profundidade, cercou a área, mas continuou penando para finalizar. Perto do apito final, Ariel Nahuelpan foi chamado para tentar resolver na bola aérea.

Barcelona segue Gabriel Jesus

O interesse do Barcelona em Gabriel Jesus segue ele em qualquer lugar. Neste domingo, um dirigente do time catalão assistiu ao jogo no estádio Beira-Rio para observar o camisa 33 do Palmeiras. Robert Fernández ocupou lugar VIP na casa do Colorado.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 0 X 1 PALMEIRAS

Data e hora: 17/07/2016 (domingo), às 16h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)
Cartões amarelos: Raphinha, Paulão, Ariel (INT); Gabriel Jesus (PAL)
Gols: Erik, aos 10 minutos do primeiro tempo;

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; William, Paulão, Ernando e Raphinha; Fernando Bob (Ariel), Rodrigo Dourado, Eduardo Sasha e Gustavo Ferrareis (Anderson); Andrigo (Valdívia) e Vitinho
Técnico: Paulo Roberto Falcão

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê, Cleiton Xavier (Dudu); Roger Guedes (Leandro Pereira), Erik (Rafael Marques) e Gabriel Jesus
Técnico: Cuca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos