Pratto valoriza retorno e se coloca à disposição para pegar o líder

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Depois de dois meses no departamento médico, o atacante Lucas Pratto voltou aos gramados e entrou em campo com a camisa do Atlético-MG. A previsão de Marcelo Oliveira era de utilizar o camisa 9 nos últimos 30 minutos de jogo, mas o treinador atendeu ao pedido da torcida e promoveu o argentino aos 38 minutos do primeiro tempo, após Carlos sair com dores no tornozelo. Apesar de ter sentido claramente a falta de ritmo enquanto esteve em campo, Pratto mostrou muita raça, como é de sua característica, aprovou o retorno maior que o esperado e até se colocou à disposição para a partida do final de semana, contra o Palmeiras.

"Em algumas vezes, demorei um pouco mais de tempo com a bola nos pés, tive alguns problemas, mas isso é normal. Passei por uma lesão complicada", comentou o atacante, recuperado de uma lesão na panturrilha.

Essa foi a primeira partida do atacante no Brasileirão e sua estreia também com o técnico Marcelo Oliveira. O último jogo de Pratto havia acontecido diante do São Paulo, ainda pela Libertadores. Acostumado a ser a referência na dentro da área, o jogador não teve uma posição fixa, revezou com Fred em alguns momentos e até recuou para a região central do meio-campo. No final do jogo, soltou um foguete de perna esquerda que quase morreu nas redes adversárias.

Ciente de que ainda precisa melhorar, o argentino não quer mais ser poupado e vai aproveitar a semana inteira de treinos para recuperar a vaga de titular diante do Palmeiras.

"O mais importante foi me sentir bem dentro de campo. Tive algumas dificuldades em algumas jogadas, mas agora temos a semana para treinar, vai ser importante para ficar à disposição para o jogo contra o Palmeiras", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos