Vagner revela conselhos de Fernando Prass e diz: 'É oportunidade da vida'

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Site oficial do Palmeiras

    Vagner substituirá Fernando Prass a partir deste domingo e por até seis rodadas

    Vagner substituirá Fernando Prass a partir deste domingo e por até seis rodadas

A oportunidade demorou sete meses, mas chegou. Vagner, enfim, estreará com a camisa do Palmeiras. O goleiro substituirá o ídolo Fernando Prass no domingo, a partir das 11h (de Brasília), contra o Atlético-MG, em partida marcada para o Allianz Parque. A ansiedade deste paranaense de 26 anos era evidente nesta sexta.

Tudo começou com uma conversa ao pé do ouvido com o técnico Cuca, que caminhou lentamente com o jogador. O final deu-se na sala de entrevistas do Palmeiras, quando o assédio da imprensa refletiu a importância da nova função do goleiro: entrar na vaga de Fernando Prass e ajudar o líder do Campeonato Brasileiro.

Com a experiência de um título Paulista (Ituano) e um acesso à elite do futebol brasileiro (Avaí) no ano de 2014, o atleta mostrou tranquilidade, mas sabe da pressão que encontrará na arena palmeirense neste final de semana.

"É a realização de um sonho, a oportunidade da vida", resumiu o goleiro, que quer provar-se como o substituto ideal para Fernando Prass agora e no futuro, quando o veterano de 38 anos pendurar as luvas.

"Espero que o Prass continue também na seleção principal, pelo trabalho que ele vem realizando. Vou encarar estes seis jogos como a oportunidade da vida: no dia em que o Prass parar, quero que o torcedor pense que o Palmeiras não precisa mais contratar um goleiro. Mostrar que o Palmeiras não precisará de um novo goleiro no futuro, o torcedor falar: 'é, temos o Vagner'", declarou.

Neste momento de evidência, Vagner recebeu também conselhos de Fernando Prass, dias antes de o ídolo palmeirense embarcar para Teresópolis a fim de se juntar à seleção.

"Com o Fernando, a gente sempre conversa: debatemos algumas táticas, vemos os jogos e jogadas. Ele falou pra ter tranquilidade, fazer o que vinha fazendo nos treinos, porque as coisas acontecem naturalmente. Ele disse: 'não queira dar um passo maior que a perna e não adianta tentar ser herói, porque você não vai conseguir ganhar o jogo sozinho'", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos