Renato lamenta Diego no Flamengo e já vislumbra duelo contra ex-santista

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/Santos FC

    Amigos, Renato e Diego conquistaram o título brasileiro de 2002 pelo Santos

    Amigos, Renato e Diego conquistaram o título brasileiro de 2002 pelo Santos

O meia Renato lamentou o fato de o meia Diego ter acertado com o Flamengo e não com o Santos em seu retorno ao futebol brasileiro. Os dois foram revelados juntos no alvinegro praiano em 2002, quando o clube paulista encerrou a fila de 18 anos sem uma conquista de expressão.

Em lados opostos, Renato já vislumbra um duelo contra Diego e, inclusive, avisou que a amizade ficará de lado no duelo em que deve marcar o amigo em campo. Santos e Flamengo se enfrentam daqui a duas rodadas, na Vila Belmiro, no dia 3 de agosto.

"Eu particularmente vou dar os parabéns pra ele pela volta ao Brasil. A gente gostava que estivesse jogando junto, mas como veio contra vamos dar os parabéns. Vai se cumprimentar no inicio da partida, mas quando a bola rolar a amizade fica pra depois. Joguei contra ele na Espanha. É um grande jogador. Sabemos da qualidade dele. É procurar não deixar ele jogar, porque se deixar ele vai trazer bastante perigo pra gente", afirmou Renato.

O Santos tentou repatriar Diego em diversas oportunidades, mas os valores financeiros sempre atrapalharam. Neste ano, no entanto, o clube paulista sequer abriu negociações pelo meia. Isso porque a diretoria santista adotou um política de não pagar mais do que R$ 300 mil de salários para seus atletas.

O zagueiro Alex, por exemplo, parceiro de Diego e Renato no título brasileiro de 2002, pediu R$ 300 mil mensais e não foi atendido. O Santos ofereceu R$ 200 mil e aguarda uma resposta do defensor, que está livre no mercado após encerrar seu contrato com o Milan, da Itália.

No caso de Diego, o Santos ficou mais próximo de repatriá-lo em 2013. Na ocasião, além fazer uma proposta salarial de R$ 600 mil mensais, a diretoria santista ofereceu ao jogador mais R$ 3 milhões de luvas - valor que seria como um bônus, um pagamento feito por fora do contrato e dos salários para ele acertar com o time - montante que seria dividido em três anos, período do contrato oferecido pelo Santos ao atleta. No entanto, o atleta pediu R$ 1 milhão por mês e 'melou' o negócio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos