Bauza se irrita com pergunta sobre Argentina: "última vez que respondo"

Do UOL, em São Paulo

Durante a entrevista coletiva concedida após a derrota para o Grêmio neste domingo, na Arena Grêmio, o técnico Edgardo Bauza foi questionado novamente sobre a possibilidade de assumir a seleção argentina. E não gostou. Irritado, o treinador tricolor chegou a falar que seria a 'última vez' que ele falaria sobre o assunto. Afirmou ainda que a questão é um problema da Associação de Futebol da Argentina (AFA), e não dele.

Edgardo Bauza se reuniu com dirigentes da AFA na última sexta-feira, mas não recebeu nenhuma proposta. Porém, a chance de o técnico assumir a seleção da Argentina ainda existe.

"É a última vez que respondo uma pergunta sobre isso. Viajei a título de conhecimento. Os dirigentes da AFA queriam falar comigo como falaram com outros técnicos. Conversamos sobre futebol, nada mais. Eles escolherão o treinador em seu momento", afirmou Edgardo Bauza, que pouco depois falou sobre a necessidade de reforços no elenco do São Paulo.

A pedido do treinador, a diretoria do São Paulo ainda trabalha para trazer mais 'dois ou três' jogadores para a sequência da temporada. Diante das recentes perdas, Bauza vê como essencial a chegada de novos reforços para que o time possa voltar a brigar na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro.

Recentemente, o São Paulo perdeu Paulo Henrique Ganso, Calleri e Alan Kardec, além do próprio Rogério, que se transferiu para o Sport há pouco mais de um mês. Fora isso, o atacante Ytalo sofreu uma lesão e pode ficar fora do time até o final do ano, enquanto o zagueiro Rodrigo Caio está com a seleção olímpica e será desfalque por algumas rodadas.

Com o São Paulo na nona posição da tabela com dez pontos de distância para o líder Palmeiras, Edgardo Bauza reforça que a falta de peças de reposição vem prejudicando o time desde o início da competição nacional.

"Em várias partidas do Brasileiro nós jogamos com a equipe reserva. E isso atraiu problemas [na tabela]. Por isso estamos tratando para que cheguem dois ou três jogadores para reforçar o plantel que temos para brigar contra todos. O São Paulo tem a obrigação de ganhar todas as partidas e para isso precisamos montar uma boa equipe, e estamos falando com a diretoria para que isso aconteça", analisou.

"Se foram alguns jogadores da parte ofensiva. Calleri, Kardec, Ganso, Ytalo machucado. Estamos falando com a diretoria para tratar de somar, repor as peças que se foram", disse.

Em contrapartida, o São Paulo pode já na próxima rodada contar com o atacante Andrés Chávez. Anunciado na última terça-feira, o jogador emprestado pelo Boca Juniors está bem fisicamente e, segundo Bauza, deve fazer a sua estreia contra a Chapecoense, domingo, no estádio do Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos