Flu revê Atlético-PR após título da Primeira Liga e ignora grama sintética

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

    Marcos Júnior comemora o gol do título da Primeira Liga diante do Atlético-PR

    Marcos Júnior comemora o gol do título da Primeira Liga diante do Atlético-PR

O Fluminense terá boas lembranças neste domingo, às 16h, ao entrar em campo na Arena da Baixada. Isso porque a partida será contra o Atlético-PR, time que derrotou na final da Primeira Liga, no início do ano. O Tricolor havia perdido a partida para o adversário na primeira fase, deu a volta por cima na finalíssima e ficou com o caneco, em Juiz de Fora.

"Ajuda na parte psicológica, foi uma conquista muito bacana. O título da Primeira Liga veio em um jogo difícil. Tenho batido na tecla para meus jogadores não simularem muitas faltas. Especialmente nesse jogo, o Marcos Junior, um jogador que eu cobrava muito, ficou em pé, não caiu e acabou fazendo o gol. Teve um sabor especial, foi em cima do que a gente trabalhou", disse Levir Culpi

A partida desse domingo será realizada na Arena da Baixada, único estádio dos times da primeira divisão que conta com grama sintética. Se alguns times não gostam da qualidade do material, o mesmo não se pode dizer do Fluminense. O técnico Levir Culpi, por exemplo, minimizou a situação.

"O caso do Atlético-PR é um pouco separado dos outros. Embaixo do estádio passa um rio, é muito difícil manter o gramado natural, fora o problema do sol, que não bate muito ali. Acho que foi uma medida ótima. Não ouço muito os jogadores reclamando. Claro que é diferente. Mas a bola rola muito legal. Prefiro um campo assim do que um gramado com buracos", afirmou o treinador do Fluminense.

Sobre a escalação, o Tricolor terá a volta de Wellington Silva na lateral direita, na vaga de Jonathan, que volta ao bando de reservas. No ataque, a expectativa era pela estreia de Henrique Dourado, mas o atacante terá que esperar mais um pouco para vestir a camisa do Fluminense em uma partida oficial.

"Para esse jogo ainda não. Para o próximo, quase certeza. Temos que ter cuidado com esse aproveitamento. Pessoal que jogava fora e retorna é um pouco problemático. Está se preparando, fazendo máximo, em mais uma semana estará liberado. O caso dos outros reforços é muito parecido, cada um vem de um país", afirmou Levir.

"Quem está em melhores condições é o Alexis, estava jogando, é um menino. Danilinho está se aproximando também. Mas é preciso tempo. Uma semana, dez dias. Vão entrar aos poucos. Não tenho problema de escalar, mas desde que estejam aprovados pela preparação física", finalizou o treinador.

ATLÉTICO-PR X FLUMINENSE

Data e hora: 24/07/2016
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Auxiliares: Alessandro A Rocha de Matos (BA) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL)

Atlético-PR
Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio (Matheus Rossetto), Hernani e Pablo; Walter (Vinícius), Giovanny (Yago) e André Lima. Técnico: Paulo Autuori

Fluminense
Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero e Marcos Júnior; Maranhão, Samuel e Richarlison; Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos