Zé Roberto cogita adiar aposentadoria e coloca algoz na briga por título

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Zé Roberto pode não parar de jogar na próxima temporada

    Zé Roberto pode não parar de jogar na próxima temporada

Aos 42 anos, Zé Roberto anunciou por duas vezes que 2016 seria o último ano da carreira. Sete meses depois, titular absoluto do Palmeiras, o lateral esquerdo mudou o pensamento. O veterano quer curtir o momento, brigar pelo primeiro título de Campeonato Brasileiro e somente depois pensar sobre o futuro. Um ano a mais de carreira não está descartado.

"Não consigo pensar agora sobre parar ou seguir jogando. Tem que viver o momento e fazer as escolhas. O momento atual é continuar jogando e mantendo a regularidade. (...) Ano que vem é outro ano e novas coisas a serem repensadas", declarou o camisa 11 em entrevista concedida nesta tarde de terça-feira.

Pela primeira vez, Zé Roberto não apresentou-se como um jogador em fim de carreira. Em junho deste ano, o capitão palmeirense na ausência de Prass mantivera o discurso de aposentadoria ao final da temporada. Um mês depois, no entanto, o pensamento mudou.

Com contrato até o final da temporada, Zé Roberto roubou a posição de titular de Egídio com Cuca. O veterano tem mostrado regularidade - foi um dos destaques da equipe nas últimas rodadas - e ganhou um lugar cativo no time líder do Campeonato Brasileiro ao completar cinco jogos consecutivos na formação ideal pensada pelo treinador.

Zé Roberto segue como um dos mais dedicados no trabalho do dia a dia, ativo até quando outros atletas se encontram em um momento de maior relaxamento. Este, para o jogador, é o segredo do sucesso neste ponto da carreira.

"O pensamento que passa todos os dias, e sempre fui assim, é que não posso mudar o foco no meu trabalho e na minha profissão. Isso foi o que sempre me impulsionou a chegar nas condições que cheguei hoje aos 42 anos", afirmou.

Derrota que fez um concorrente nascer

Além de falar sobre questões pessoais, Zé Roberto também comentou sobre a derrota do último domingo para o Atlético-MG, em pleno Allianz Parque (1 a 0). O jogador acredita que o resultado tornou o clube mineiro um concorrente direto do time alviverde na briga pelas primeiras colocações - líder da competição, os paulistas possuem seis pontos de vantagem sobre os mineiros (32 a 26).

"Isso serve de alerta. Terminar o primeiro turo em primeiro lugar é uma contagem regressiva. A possibilidade de ganhar o título aumenta. (A derrota) Só serve de alerta para que a gente possa saber que entrou mais um concorrente direito e está mais próximo dos primeiros colocados", alertou o camisa 11 palmeirense na Academia de Futebol..

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos