Ausência de Jesus faz até concorrente ultrapassar Palmeiras como mandante

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

    Sem Jesus, Palmeiras perdeu cinco pontos em dois jogos no Allianz Parque

    Sem Jesus, Palmeiras perdeu cinco pontos em dois jogos no Allianz Parque

De 100% em casa para a quarta colocação como mandante no Campeonato Brasileiro. A queda ocorrida em apenas uma semana. O Palmeiras perdeu força diante do seu torcedor, muito pelo fator Gabriel Jesus. Sem o jogador, um empate (Santos) e uma derrota (Atlético-MG), que reabriu o equilíbrio na disputa pela liderança da Série A.

Os cinco pontos perdidos em casa (Allianz Parque e Pacaembu) deixaram o Palmeiras com o aproveitamento de 81,5%.O rendimento abaixo do esperado nas duas últimas rodadas permitiram a um concorrente direto da equipe comandada por Cuca assumir a dianteira como mandante, após 16 jornadas disputadas na competição.

Com a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, no último domingo, o Grêmio subiu para 87,5% de aproveitamento na Arena em Porto Alegre - sete vitórias e apenas uma derrota (2 a 1 para o Vitória, na 10ª rodada da competição). O clube gaúcho soma 30 pontos, apenas dois a menos do que o Palmeiras, e ocupa a terceira posição.

Além do Grêmio, outros dois times que ocupam a parte de cima da tabela também superaram o Palmeiras como mandante. Quarto colocado com 29 pontos, o Santos somou 85,7% dos pontos na Vila Belmiro; no último final de semana, o time comandado por Dorival Júnior superou o Vitória fora de casa, em Salvador.

O Atlético-PR completa o top-3 de mandantes ao final da 16ª rodada. Depois de bater o Fluminense por 1 a 0 na Arena da Baixada, a equipe paranaense subiu para 83,3% de aproveitamento diante do torcedor rubro-negro. O clube de Curitiba se encontra na quinta colocação, com 27 pontos, próximo da briga pela vaga à próxima Copa Libertadores da América.

Cuca evitou culpar os desfalques, mas manifestou o quanto Gabriel Jesus fez falta nos dois compromissos que terminaram em frustração para o palmeirense no Allianz Parque. 

"Você não tem a característica que tem o Gabriel no elenco. Ele é um jogador de força e velocidade. Você não acha isso em um centroavante ou outro jogador do grupo. Temos que entender que infelizmente neste momento ele faz falta, temos de encontrar uma solução para fazer jogo bom e vencer mesmo sem o Gabriel", disse.

Não apenas o Palmeiras, porém, decaiu como mandante na última semana. Principal concorrente, o arquirrival Corinthians tropeçou duas vezes na Arena (empates por 1 a 1 contra São Paulo e Figueirense) e perdeu força dentro de casa. Cristóvão Borges e companhia conquistaram 77,8% dos pontos em Itaquera.

Palmeiras renasce fora e se mantém no topo

A liderança palmeirense na tabela se sustenta nas últimas semanas graças à evolução da equipe fora de casa. São dois resultados positivos consecutivos (3 a 1 sobre o Sport e 1 a 0 sobre o Internacional) que elevam a equipe de Cuca ao status de melhor visitante da competição; o aproveitamento chega a 47,62%, mas supera o Flamengo neste quesito pelo saldo de gols (+1 contra -3 dos cariocas nos jogos longe de casa).

Essa mudança foi comentada por Cuca no último domingo, depois da derrota em casa para o Atlético-MG. O técnico comemora o surgimento de resultados fora e minimizou os tropeços nos últimos dois compromissos.

"Há pouco menos de um mês, eu tinha que responder o contrário. Tínhamos uma pontuação de Z-4 fora e 100% em casa, mas as coisas no futebol mudam. Encontramos uma maneira de jogar fora, enquanto encaramos jogos difíceis contra Santos e Atlético-MG aqui (Allianz Parque), que são iguais a nós", analisou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos