Grêmio só empata com lanterna e perde chance de dividir liderança

Do UOL, em Porto Alegre

A preocupação do Grêmio se confirmou. Neste domingo (31), o time gaúcho repetiu o histórico contra adversários da ponta debaixo da tabela e não conseguiu vencer o lanterna do Campeonato Brasileiro. Em jogo ruim, a equipe de Porto Alegre empatou sem gols com o América-MG, na Arena Independência, em jogo da 17ª rodada.

O placar em Belo Horizonte frustra os planos de colar na ponta da tabela. Com as vitórias de Corinthians e Santos, o Grêmio – que poderia até ser líder com a vitória, caiu para o quarto lugar. O América segue como o pior time da competição.

Dono de 30 pontos no começo da rodada, o Grêmio foi favorecido pela derrota do Palmeiras (diante do Botafogo, 3 a 1). Mas a vitória do Corinthians em cima do Internacional, em Porto Alegre, eliminou a chance de liderança isolada. O empate fez cair por terra o salto do terceiro para o primeiro lugar.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Santa Cruz, às 19h30 (Brasília) de quinta-feira (04). Um dia antes, o América-MG visita o Sport no mesmo horário.

Bolaños acerta a trave e se salva no ataque

Não foi a grande atuação que ainda se espera do camisa 23, mas uma bola na trave e outra perto do canto esquerdo inferior ajudaram. Saíram dos pés de Miller Bolaños as melhores chances do Grêmio. Em um jogo onde o setor ofensivo foi mal, o equatoriano se salvou por tentar. Só que ele foi substituído na metade do segundo tempo.

Edilson é expulso e coroa jogo ruim

O lateral direito do Grêmio teve dificuldades, especialmente no primeiro tempo, para encarar Osman. A situação fez Negueba ser orientado a auxiliar o camisa 33. Na etapa final, aos 30 minutos, Edilson deu um carrinho violento e atingiu somente o jogador do América-MG. Vermelho direto.

América-MG fecha linhas e explora Osman

Pior defesa do Brasileirão, o América-MG fechou bem as linhas de passe e sufocou os laterais do Grêmio. A postura do time visitante, sem marcar alto, ajudou. A atuação no primeiro foi boa, com duas grandes chances. Osman, aberto pelo lado esquerdo, foi a principal arma. Depois do intervalo, os donos da casa seguiram com leve domínio. Nos últimos 20 minutos a posse de bola também ficou maior, por conta da expulsão de Edilson.

Grêmio não se expõe e faz jogo sonolento

O Grêmio optou por esperar, sem se expor, e fugiu do roteiro imaginado para um confronto contra o lanterna. A postura reativa levou o time gaúcho a uma partida fraca. Sem profundidade, sem contundência. Bolaños foi o responsável pela única chance antes do intervalo, em chute rasteiro para fora. O segundo tempo teve Guilherme na vaga de Pedro Rocha, de atuação para lá de discreta, e não alterou o panorama. Um chute na trave, maior disposição, mas erros técnicos e falta de repertório. A substituição que tirou Bolaños e Henrique Almeida marcou a queda final no duelo.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG X GRÊMIO

Data e hora: 21/07/2016 (domingo), às 18h30 (Brasília)
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Raphael Claus (SP / FIFA)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP / ASP-FIFA) e Alex Ang Ribeiro (SP / ASP-FIFA)
Cartões amarelos: Jonas (AME) Maicon, Marcelo Oliveira (GRE)

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Jonas, Sueliton, Alison e Gilson; Juninho, Leandro Guerreiro (Claudinei), Pablo, Osman e Matheusinho (Loboa); Michel (Vitinho)
Técnico: Enderson Moreira

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Jailson, Maicon, Negueba, Douglas (Ramiro) e Pedro Rocha (Guilherme); Bolaños (Henrique Almeida)
Técnico: Roger Machado

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos