Sem Cuca, Palmeiras pega Bota para afastar desconfiança e se segurar em 1º

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Vianna/Eleven/Estadão Conteúdo

    Com o desfalque de Fernando Prass, Vagner segue no gol do Palmeirsa

    Com o desfalque de Fernando Prass, Vagner segue no gol do Palmeirsa

No primeiro teste sem Gabriel Jesus e Fernando Prass, que defendem a seleção olímpica, a primeira derrota em casa (1 a 0 para o Atlético-MG). Agora, neste domingo, a partir das 18h30 (de Brasília), o Palmeiras encara o Botafogo, na Arena Botafogo, para afastar a desconfiança sobre o elenco e sustentar a liderança do Campeonato Brasileiro.

Pela segunda rodada, Jesus e Prass assistirão pela TV o novo teste do Palmeiras. A dupla faz falta e o próprio elenco admite. Sem o atacante, por exemplo, a equipe acumulou um empate e uma derrota (Santos e Atlético-MG) nos dois últimos duelos em casa; na partida contra os santistas, Gabriel Jesus se encontrava suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

"Qualquer equipe vai ser dependente de um bom jogador e diferenciado como é o Gabriel. Além da categoria, ele tem muita qualidade técnica e entrosamento com a equipe", destacou Edu Dracena, que pede tempo para o Palmeiras se adaptar.

"Leva um tempo para quem for entrar no lugar dele, porque são outras funções em campo. Perder um jogador dessa qualidade e desse nível, qualquer um sente, mas o Brasileiro é longo. O grupo tem jogadores de qualidade para suprir a ausência - não igual a ele, mas para manter o nível para manter as atuações até o final", acrescentou.

Cuca possui mais de uma opção para substituir Jesus, artilheiro do Brasileiro com dez gols. Erik atuou diante do Atlético-MG, com Dudu posicionado mais ao centro, no setor do jogador da seleção.

Agora, diante do Botafogo, o treinador pode retomar a formação antiga com um centroavante: Leandro Pereira, Lucas Barrios e Alecsandro, que está à disposição do jogo contra os cariocas, marcado para um dia antes do julgamento no TJD-SP (o jogador foi flagrado em exame antdoping pelo uso de agentes anabólicos).

Além de se provar sem Gabriel Jesus e Fernando Prass - Vagner, mais uma vez, ocupará a meta titular -, o Palmeiras luta para se sustentar na liderança. A derrota para os mineiros na rodada passada fez a diferença na tabela diminuir.

Depois de 16 rodadas disputadas, o clube de Palestra Itália soma 32 pontos, dois a mais do que o arquirrival Corinthians, o qual entra em campo no domingo, às 16h, contra o Internacional, no Beira-Rio.

O rival no retrovisor gera uma pressão maior para o elenco, como expôs Edu Dracena. "A pressão é dos dois lados: tanto para o Palmeiras ganhar e manter a liderança com dois pontos, quanto do Botafogo para sair de uma situação bem difícil", analisou o zagueiro, ciente do desafio a ser enfrentado pela equipe alviverde.

"É mais difícil enfrentar a equipe desse porte, em um momento desses, querendo sair da zona de rebaixamento de qualquer jeito. Chega a ser mais duro do que como foi contra o Atlético-MG, que disputa a liderança. Tem que entrar focado e vencer pra se manter na liderança", finalizou,

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x  PALMEIRAS

Local: Arena Botafogo (Luso-brasileira), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 31 de julho, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

BOTAFOGO: Sidao; Luis Ricardo, Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neílton e Canales
Técnico: Ricardo Gomes.

PALMEIRAS: Vagner; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos e Moisés (Matheus Sales); Róger Guedes, Cleiton Xavier e Erik; Dudu.
Técnico: Cuquinha ou Alberto Valentim 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos