Ponte Preta impede embalo do Botafogo e vence com golaço de ex-São Paulo

Do UOL, em São Paulo

Não foi dessa vez que o Botafogo finalmente conseguiu vencer duas partidas seguidas no Campeonato Brasileiro. Mesmo embalado pela convincente vitória sobre o então líder Palmeiras na última rodada, o time de Ricardo Gomes não se encontrou diante da Ponte Preta e saiu do Moisés Lucarelli na noite desta quinta-feira (4) derrotado por 2 a 0. Pottker e Reinaldo (com um golaço) marcaram para o time paulista.

Além de não conseguir a segunda vitória seguida, o Botafogo ainda perde a oportunidade de se afastar ainda mais da zona de rebaixamento. Com a derrota, fica com a 15ª colocação da tabela e estaciona nos 20 pontos, a apenas dois do 17º colocado (Santa Cruz). Já a Ponte Preta – que volta a vencer após três rodadas – mantém a posição (8º), mas vai a 27 pontos e se aproxima do pelotão de cima.

O Botafogo agora volta a campo apenas daqui a dez dias, em 14 de agosto, quando visita o São Paulo no Morumbi, pela primeira rodada do returno. Essa pausa acontece porque o time carioca teve o seu jogo da 19ª rodada, contra o Grêmio, no estádio Luso-Brasileiro, adiado por conta da falta de policiamento nos estádios do Rio de Janeiro durante a Olimpíada.

A Ponte Preta, por sua vez, volta aos gramados no domingo para visitar o Coritiba no estádio Couto Pereira, às 16h, pela última rodada do turno do Brasileirão.

Reinaldo participa dos dois gols e é destaque

Voltando de suspensão, Reinaldo voltou a ser o destaque da Ponte Preta na noite desta quinta-feira. Ele já havia dado o passe para Pottker abrir o placar, e já no segundo tempo marcou um golaço mandando a bola no ângulo de Sidão. O lateral já havia marcado um golaço neste Brasileirão, diante do Atlético-PR.

Substituição estranha tira Canales do jogo aos 8min

Em um dos primeiros lances do jogo, Canales trombou com Fábio Ferreira, sentiu dores no ombro e precisou sair de campo para ser atendido. Depois de alguns minutos (com os médicos até puxando o ombro do jogador com uma toalha), Canales viu-se pronto para voltar para o jogo e levantou o braço para solicitar o retorno. Mas Vinícius Tanque já tinha entrado...

Peças individuais caem de produção no Bota

Ao contrário do jogo contra o Palmeiras, os jogadores do Botafogo estiveram longe de brilhar individualmente, como foi o caso de Neílton, autor de dois gols no fim de semana. O atacante, por exemplo, foi presa fácil para os defensores da Ponte Preta e mais errou do que acertou. Airton e Camilo, outros destaques diante do time alviverde, também estiveram apagados.

Ricardo Gomes tenta, mas não tem resultado

O técnico do Botafogo chegou a fazer duas substituições ofensivas ao longo da partida: colocou o meia Leandrinho na vaga de Fernandes no intervalo e, na metade do segundo tempo, tirou Airton para a entrada de Dudu Cearense, que é mais ofensivo. Mas não adiantou. O time até teve uma leve melhora, mas não o suficiente para superar a defesa da Ponte Preta.

PONTE PRETA 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP) 
Data: 04/08/2016
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-Fifa)
Assistentes: Pablo da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Público: 5050 pagantes
Renda: R$ 56.640,00
Cartões amarelos: Douglas Grolli e Wendel (Ponte Preta); Emerson Santos e Vinícius Tanque (Botafogo)
Gols: Pottker, aos 29min do primeiro tempo; Reinaldo, aos 40min do segundo tempo

Ponte Preta
Matheus, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor e Wendel (Thiago Galhardo); Rhayner, Maycon (Matheus Jesus) e Willian Pottker (Giva); Roger
Técnico: Eduardo Baptista

Botafogo
Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Airton (Dudu Cearense), Bruno Silva, Fernandes (Leandrinho) e Camilo; Neilton e Canales (Vincíus Tanque)
Técnico: Ricardo Gomes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos