Árbitro de Cruzeiro x Inter relata arremesso de relógio no campo do Horto

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro

    Partida terminou com o placar favorável aos donos da casa: 4 a 2 para o Cruzeiro

    Partida terminou com o placar favorável aos donos da casa: 4 a 2 para o Cruzeiro

Apesar da vitória por 4 a 2 diante do Internacional, na noite da última quinta-feira, o Cruzeiro poderá receber outras notícias não tão boas do compromisso jogado no Independência. Após a partida, o quarto árbitro Emerson de Almeida Ferreira relatou na súmula o arremesso de um relógio prateado no campo. Contudo, o árbitro alega que o objeto foi entregue por um profissional da comissão técnica do Internacional, e por isso não sabe de onde surgiu o relógio. Apesar disso, o caso deverá ser analisado e julgado no STJD, já que o episódio foi registrado na súmula.

"Informo que aos 22' minutos de partida eu, Emerson de Almeida Ferreira, 4º árbitro da partida, recebi do auxiliar técnico sr. Andre Doring, da equipe do Sport Club Internacional, um relógio prateado. Informo que nem eu e nenhum integrante da equipe de arbitragem visualizamos a origem do citado objeto", registrou o árbitro na súmula.

Nas imagens da TV, o relógio chegou a ser mostrado já no campo do Independência, antes de André Doring (ex-goleiro do Cruzeiro e atualmente auxiliar técnico) entregar ao quarto árbitro.

Vale lembrar que o Cruzeiro é reincidente neste tipo de situação. No clássico contra o Atlético-MG, também no Horto, o clube foi a julgamento por causa de um galo de borracha lançado ao campo de jogo. Porém, a agremiação celeste não foi punida porque não houve comprovação que o objetivo foi lançado da torcida visitante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos