Falcão culpa 'gol antológico' por derrota do Inter diante do Cruzeiro

Do UOL, em Porto Alegre

Paulo Roberto Falcão elegeu o gol de Ramón Ábila, aos 17 minutos do primeiro tempo, como o lance decisivo do jogo Cruzeiro e Internacional, nesta quinta-feira (4), em Belo Horizonte. Após a derrota por 4 a 2, o treinador do time gaúcho chamou a jogada de antológica e repetiu três vezes que ela teve peso no duelo válido pela 18ª rodada do Brasileirão.

"O segundo gol, na minha avaliação, foi decisivo. Em uma bola antológica do Ábila, não teve erro ali. No segundo tempo, eu lembro que o Cruzeiro teve o quarto gol e tivemos o domínio do jogo", disse Falcão.

O 'Rei de Roma' ainda citou Rafael Sobis, autor de três gols na partida, mas reiterou em outras perguntas da entrevista o impacto da virada obtida pelo Cruzeiro ainda no começo do duelo. O lado psicológico foi o argumento.

"O nosso time tem que estar triste, revoltado, mas não podemos baixar a cabeça. Eles fizeram o que era possível. O gol do Ábila foi determinante e se a gente conseguisse ficar com 1 a 0 ou 1 a 1, a pressão faria a sua parte", comentou.

Paulo Roberto Falcão ainda reclamou de um pênalti em cima de Alex, cometido por Manoel. Reclamou de uma falta em Fernando Bob e disse ter observado evolução em relação as atuações recentes. A sequência de 10 partidas sem vitória não foi citada diretamente.

Com 21 pontos, o Internacional é 14º colocado na tabela. No domingo, recebe o Fluminense, às 16h15 (Brasília). O time gaúcho vem de quatro derrotas seguidas dentro do Beira-Rio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos