Inter iguala jejum de vitórias que levou Grêmio para Série B em 2004

Do UOL, em Porto Alegre

Uma sequência histórica e que já terminou com rebaixamento. Assim pode ser resumido o momento do Internacional no Brasileirão. Com a derrota diante do Cruzeiro, o Colorado igualou a pior série de times gaúchos na era dos pontos corridos: a do Grêmio, em 2003 e 2004. O jejum de 10 partidas sem vitória liga o alerta máximo no estádio Beira-Rio.

Sem vencer há 50 dias, o Inter é 14º colocado e matematicamente tem chance de entrar na zona do rebaixamento na última rodada do primeiro turno. Domingo, o time recebe o Fluminense. Nas últimas quatro partidas em casa, quatro derrotas.

Em 2003, o Grêmio escapou da Série B, mas antes perdeu seis e empatou quatro. Ficou sem vitórias no período entre 7 de agosto e 27 de setembro. Quebrou o jejum diante do Figueirense, no Olímpico.

No ano seguinte, a queda foi inevitável. E no caminho, nova série de seis derrotas e quatro empates. A seca começou contra o Atlético-MG, em 7 de agosto, e terminou diante do São Paulo, em 25 de setembro.

A diferença no cenário do Grêmio em relação ao Inter está no número de participantes – e consequente número de rodadas. Desde 2006, o Brasileirão passou de 24 para 20 times na primeira divisão.

Atualmente, o Inter está sem ganhar desde 16 de julho – quando fez 2 a 0 no Atlético-MG. De lá para cá, perdeu oito vezes e empatou dois jogos. Conquistou dois pontos nos últimos 30 que disputou. Para sair da situação, a diretoria costura novas mudanças no departamento de futebol. Pedro Affatato, vice-presidente eleito, deve ser deslocado de vez das finanças para o cargo máximo no vestiário: vice de futebol.

Paulo César Tinga, ex-jogador, é um nome desejado para ocupar cargo remunerado no vestiário. Contudo, o antigo volante não deve aceitar o convite. Iarley, atualmente coordenador técnico das categorias de base, pode ser promovido.

"A situação está ruim, a história recente está ruim. O que vamos buscar é reverter a tendência. Estamos longe (da zona do rebaixamento), mas estamos preocupados. A torcida está preocupada. Até sábado devo definir uma nova composição para o departamento de futebol", disse Vitorio Piffero, presidente do Inter e que atualmente acumula o cargo de vice de futebol.

Com 21 pontos, o Internacional é 14º colocado. Está três pontos acima do primeiro time dentro da zona do rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos