Cuca fala em recuperar alto astral "de alguns jogadores" contra o Vitória

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Uebel/Getty Images

    Cuca agora tem a missão de reconduzir o Palmeiras à liderança do Campeonato Brasileiro

    Cuca agora tem a missão de reconduzir o Palmeiras à liderança do Campeonato Brasileiro

São três partidas sem vitórias, e a liderança ficou no passado, O Palmeiras, conforme análise do próprio elenco, caiu de rendimento nesta reta final de primeiro turno. Neste domingo, a partir das 16h (de Brasília), a equipe alviverde recebe o Vitória, no Allianz Parque, com a missão de derrubar a desconfiança instalada depois das últimas semanas.

A briga pela liderança é grande e o desempenho em campo preocupa. Nos últimos cinco compromissos, apenas uma vitória (diante do combalido Internacional, no Beira-Rio). Em casa, o aproveitamento de 100% caiu depois de um empate contra o Santos e da derrota para o Atlético-MG.

Os tropeços mudaram o tom. "Agora o meu trabalho é recuperar o futebol que a gente apresentou no primeiro turno. Recuperar o alto astral de alguns jogadores, que não vou citar nomes. É natural. A gente recupera para eles jogarem bem. São importantes para nós", declarou Cuca.

O meio-campista Tchê Tchê, por exemplo, é um dos atletas a reconhecer que o Palmeiras não é o mesmo. Aquele time encantador e envolvente agora não existe. O trabalho anterior de se sustentar na ponta se transformou, e o Palmeiras se tornou agora o principal perseguidor do campeonato.

"O campeonato é longo, é notável que a gente teve uma quedinha de rendimento, mas agora a gente tem um jogo em casa, com o apoio da nossa torcida. A gente está nessa coliderança aí, né? Passamos muito tempo como líderes absolutos, a expectativa é muito grande sobre a nossa equipe. Temos que levar isso aí com a cabeça boa e ter bons resultados", declarou o meio-campista.

Para afastar a desconfiança e voltar a vencer, Cuca sinaliza com mudanças. Substituto direto de Fernando Prass, Vagner falhou no empate contra a Chapecoense e pode perder a vaga para Jaílson. Banco em Chapecó, Cleiton Xavier deve ganhar nova chance no time titular.

Outro que pode surgir é o atacante Lucas Barrios. Preterido por Cuca, o paraguaio, que ficou próximo até de deixar a Academia de Futebol, disputa com Leandro Pereira, que ainda apresenta falta de ritmo de jogo, a vaga de centroavante.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x VITÓRIA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data; 07 de agosto de 2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)

PALMEIRAS: Vagner (Jaílson); Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Moisés e Tchê Tchê; Róger Guedes, Cleiton Xavier e Dudu; Leandro Pereira (Lucas Barrios).
Técnico: Cuca.

VITÓRIA: Fernando Miguel; Diego Renan, Ramon, Kanu, e Euller ; Amaral, Willian Farias e Cardenas; Marinho, Dagoberto e Kieza
Técnico: Vagner Mancini.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos